Após ser chamado de “trapaceiro” e “saco de pancadas” pelo adversário, o lutador brasileiro preferiu não polemizar

Principal atração do treino aberto ao público do UFC São Paulo, realizado nesta quarta-feira, no Vale do Anhangabaú, Vitor Belfort preferiu não polemizar sobre os ataques de Michael Bisping. Nos últimos dias, o lutador inglês chamou o brasileiro de “trapaceiro” e “saco de pancadas”.

Leia também: Bisping ataca Belfort, mas elogia torcida e é aplaudido no Anhangabaú

“Eu não presto atenção no que ele fala. Esse não é o meu trabalho. Meu dever é treinar para estar bem preparado. No dia 19, vamos ter 25 minutos (dentro do octógono) para resolver qualquer questão”, disse o brasileiro.

E mais: Treino aberto do UFC termina com alvoroço e disputa por ingressos

Ovacionado pelo público durante o treino aberto, o experiente lutador brasileiro agradeceu o apoio dos fãs e prometeu conquistar uma vitória no evento que será realizado no Ginásio do Ibirapuera.

“Eu quero agradecer a oportunidade de estar aqui em São Paulo. É realmente muito bom lutar para vocês. Eu já espremi as uvas. Agora, no próximo sábado, vamos beber esse vinho juntos”, disse.

Considerado um dos melhores lutadores da história do MMA, Vitor Belfort vai lutar pela segunda vez em São Paulo. Em 1998, no primeiro evento da franquia realizado no Brasil, no Ginásio da Portuguesa, o Fenômeno nocauteou o compatriota Wanderlei Silva no primeiro round.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.