Cigano reencontra Velásquez para findar rivalidade e ampliar domínio no UFC

Brasileiro fará a revanche contra o americano neste sábado depois de ter vencido o primeiro combate com um nocaute em apenas 64 segundos

Rodrigo Farah - iG São Paulo |

Getty Images
Junior Cigano fará sua segunda defesa do cinturão dos pesados do UFC

O cinturão mais cobiçado do UFC voltará a ser disputado entre Junior dos Santos e Cain Velásquez. Neste sábado à noite, Cigano reencontra o adversário para encerrar de vez a rivalidade com o americano e ainda acabar com as dúvidas sobre quem é o melhor peso pesado do planeta.

Quem você acha que vai ganhar: Cigano ou Velásquez? Opine com outros fãs do UFC

Na primeira vez que se encontraram, em novembro de 2011, o brasileiro precisou apenas de 64 segundos para nocautear Cain . E é justamente por isso que muitos acreditam que o confronto não mostrou nada, pois o americano especialista em wrestling não teve tempo de derrubar Cigano.

Getty Images
Cigano e Cain Velásquez voltarão a se enfrentar pelo título do UFC

“Você não pode jogar fora o fato que Junior ganhou por nocaute, mas tenho certeza que veremos um Cain diferente. Ele tem o melhor wrestling da categoria e vai fazer de tudo para colocar o Junior no chão. Mas o Cigano, além de ter um excelente boxe, tem uma grande defesa de quedas. Vamos ver o que acontecerá”, comentou o presidente do UFC, Dana White.

Veja também:  Cigano e Cain transformam revanche em Brasil x México do UFC

Passado o primeiro encontro, os dois oponentes tiveram um destino bem similar: ambos venceram uma luta em grande estilo (em maio desde ano) e ficaram ainda mais conhecidos mundo afora.

Confira ainda:  Pezão, Overeem e outros opinam sobre Cigano x Cain. Veja os palpites

No caso de Cigano, o assédio adquirido na última temporada foi ainda maior. Além de assinar contrato com o Corinthians, ele se tornou o terceiro atleta do UFC contratado pela Nike, ao lado somente de Anderson Silva e Jon Jones.

“Minha vida está bem melhor agora e estou aproveitando tudo isso. É uma honra, por exemplo, representar a Nike e quero deixá-los orgulhosos. A vida da minha família também está bem melhor. Vou fazer de tudo para continuar com isso e permanecer campeão”, destacou o catarinense em discurso motivacional semelhante de Velásquez.

Leia ainda:  Vencedor de Cigano x Velásquez ganhará Harley Davidson com alerta de Dana

“O único motivo que me faz estar no UFC é querer ser o melhor. Foi por isso que eu entrei no esporte e só penso nisso. Já sei o que fiz de errado na primeira luta e vou corrigir desta vez. Essa revanche significa tudo para mim”, declarou o descendente de mexicanos.

E mais:  Cigano perde voo e adia chegada para defesa do cinturão nos EUA

O UFC 155 está marcado para o dia 29 de dezembro, no casino MGM Grand, em Las Vegas. Além da disputa do cinturão dos pesados, o evento não contará com outros combates envolvendo brasileiros. O show à noite terá transmissão ao vivo do Sportv e do canal Combate, no pay-per-view.

    Leia tudo sobre: UFCCiganoCain Velásquez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG