Por causa do problema, Thiago Silva recebeu uma suspensão de seis meses do maior campeonato de MMA do mundo

Thiago Silva na luta que foi flagrado por uso de maconha
Getty Images
Thiago Silva na luta que foi flagrado por uso de maconha

Flagrado no exame antidoping por uso de maconha após a luta contra o búlgaro Stanislav Nedkov, o brasileiro Thiago Silva levou um gancho de seis meses do maior campeonato de MMA do mundo. Por enquanto, a organização ainda não anunciou se a vitória de Thiago Silva no UFC Macau, disputado no começo do mês, será anulada.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

De acordo com comunicado publicado no site oficial do UFC, o lutador brasileiro aceitou participar de um programa de reabilitação. Após o fim da suspensão, em maio de 2013, ele vai precisar fazer novo exame antidoping para provar que está limpo.

Na luta contra Brandon Vera, em janeiro de 2011, Thiago Silva alterou o exame de urina
UFC
Na luta contra Brandon Vera, em janeiro de 2011, Thiago Silva alterou o exame de urina

Leia mais:  Com pôster, UFC confirma evento em São Paulo, dia 19 de janeiro

Vale ressaltar que essa não foi a primeira vez que Thiago Silva enfrentou problemas com exames antidoping no UFC. Em janeiro do ano passado, o peso meio-pesado alterou o exame de urina após derrotar o norte-americano Brandon Vera. Por conta do problema, o resultado da luta foi anulado e o brasileiro ficou um ano suspenso.

Confira o comunicado do UFC sobre o caso:

“Thiago Silva testou positivo para metabólicos de maconha após sua luta no UFC Macau. A organização do UFC tem uma política restrita e consistente contra o uso de qualquer droga ilegal ou de melhora de performance, estimulantes ou agentes mascarantes. Silva admitiu ter consumido a substância proibida, concordou em participar num programa aprovado de reabilitação de drogas e servir uma suspensão de seis meses, retroativa ao evento de 10 de novembro. Ele deve passar num exame de drogas após completar a suspensão antes de receber liberação para lutar novamente."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.