Sob os olhares de Anderson Silva, GSP vence e unifica cinturão dos meio-médios

De volta ao octógono após 19 meses, canadense ganha do norte-americano Carlos Condit na decisão dos juízes e evita falar sobre possibilidade de encarar Spider

iG São Paulo | - Atualizada às

Após 19 meses afastado por causa de uma lesão no joelho direito, o canadense Georges St-Pierre voltou a subir no octógono neste sábado e retomou a soberania do UFC. Contando com o apoio do público que compareceu ao Bell Centre, em Montreal (Canadá), e sob os olhares de Anderson Silva, venceu o norte-americano Carlos Condit na decisão unânime dos juízes. Com isso, unificou o cinturão dos meio-médios do UFC.

O que achou da vitória de GSP sobre Condit? Comente com outros fãs do UFC

Sem mostrar qualquer tipo de falta de ritmo apesar do longo tempo inativo, St-Pierre foi agressivo desde o início e bateu bastante no rival, principalmente quando levou a luta para o chão. O canadense quase foi nocauteado no terceiro round, quando levou um chute do norte-americano e foi para o chão, mas acabou conseguindo se recuperar e voltou a demonstrar superioridade nos dois rounds seguintes.

Veja também: Dana White já prepara estádios para possível Anderson Silva x GSP

Depois dos cinco rounds, o anúncio dos juízes de que St-Pierre ganhou a luta. Com o resultado, ele chega à 23ª vitória em 25 combates realizados na carreira. O próximo desafio deverá ser o norte-americano Johny Hendricks, que nocauteou o dinamarquês Martin Kampmann na luta anterior. Sobre os desafios recentes feitos por Anderson Silva, o canadense preferiu se esquivar.

Leia ainda: Bisping faz apelo para disputar cinturão interino contra Belfort em SP

“Sei que Anderson Silva está aqui, mas só quero falar de Carlos Condit agora”, disse St-Pierre logo após o combate. “Quero pensar mais sobre a minha carreira, para ter certeza de que tomarei a decisão correta. Vou falar com o meu empresário”, completou, referindo-se à possibilidade de enfrentar o brasileiro no futuro.

Brasileiros no UFC 154
Dois brasileiros estiveram em ação no octógono de Montreal neste sábado. No card preliminar, o capixaba Rodrigo Damm perdeu sua segunda luta no UFC para o canadense Antonio Carvalho na decisão dos juízes. O combate marcado pela falta de iniciativa dos dois competidores ao longo dos três rounds, o que gerou irritação dos torcedores. Já no card principal, o carioca Rafael dos Anjos superou o canadense Mark Bocek, também na decisão dos juízes, e somou sua terceira vitória consecutiva.

Confira todas as lutas do UFC 154:

Card principal
Georges St-Pierre (CAN) venceu Carlos Condit (EUA) na decisão dos juízes
Johny Hendricks (EUA) venceu Martin Kampmann (DIN) por nocaute no 1º round
Francis Carmont (FRA) venceu Tom Lawlor (EUA) na decisão dos juízes
Rafael dos Anjos (BRA) venceu Mark Bocek (CAN) na decisão dos juízes
Pablo Garza (EUA) venceu Mark Hominick (CAN) na decisão dos juízes

Card preliminar
Patrick Côté (CAN) venceu Alessio Sakara (ITA) por desclassificação
Cyrille Diabaté (FRA) venceu Chad Griggs (EUA) por finalização no 1º round
John Makdessi (CAN) venceu Sam Stout (CAN) na decisão dos juízes
Antonio Carvalho (CAN) venceu Rodrigo Damm (BRA) na decisão dos juízes
Matthew Riddle (EUA) venceu John Maguire (ING) na decisão dos juízes
Ivan Menjivar (ELS) venceu Azamat Gashimov (RUS) por finalização no 1º round
Darren Elkins (EUA) venceu Steven Siler (EUA) na decisão dos juízes

    Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
    Leia tudo sobre: UFCAnderson SilvaGSPCarlos ConditUFC 154

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG