Na segunda luta principal do UFC Rio III, a lenda brasileira finalizou o norte-americano Dave Herman no segundo round e levou o público ao delírio

Durante alguns minutos, a Arena HSBC virou uma extensão do antigo Maracanã lotado. Responsável pela transformação, Rodrigo Minotauro levou o público ao delírio durante o combate contra o norte-americano Dave Herman. Embalado pelos gritos de “o campeão voltou”, a lenda do MMA finalizou o adversário com uma chave de braço. Comovido com a vitória do amigo no segundo round, Anderson Silva chegou a chorar no vestiário.

O que achou da vitória de Minotauro? Deixe seu comentário com outros fãs do UFC

UFC RIO III:  Sem dificuldades, Demian Maia finaliza rival na primeira luta do card principal

Vale lembrar que algumas semanas antes da luta, Herman chegou a ironizar o jiu-jítsu brasileiro. Segundo o norte-americano, a arte marcial não era eficiente no MMA. Após a vitória, Minoatauro respondeu.

CARD PRELIMINAR: Rony Jason brilha e salva card preliminar do UFC Rio com nocaute

“Ele disse que o jiu-jitsu não funciona, mas o jiu-jitsu é a arte brasileira. As pessoas têm que respeitar essa arte. Estava esperando ele rodar, pois ele defende muito bem. Mas na verdade tenho certeza que ele treina jiu-jitsu também”, comentou.

A luta

No começo do primeiro round, Dave Herman conseguiu derrubar Minotauro. Porém, o brasileiro não demorou muito para levantar e foi superior na trocação, acertando bons golpes no adversário. No segundo round, a lenda brasileira acertou uma bomba e castigou o adversário no chão. Depois, para o delírio da torcida que gritava “finaliza”, Minotauro pegou o braço de Herman e conquistou a vitória.

Card principal
Anderson Silva (BRA) venceu Stephan Bonnar (EUA) por nocaute no 1º round
Rodrigo Minotauro (BRA) venceu Dave Herman (EUA) com uma finalização no 2º round
Glover Teixeira (BRA) venceu Fábio Maldonado (BRA) por interrupção médica no 3º round
Jon Fitch (EUA) venceu Erick Silva (BRA) na decisão dos juízes
Phil Davis (EUA) venceu Wagner Prado (BRA) por finalização no 2º round
Demian Maia (BRA) venceu Rick Story (EUA) por finalização no 1º round

Card preliminar
Rony Jason (BRA) venceu Sam Sicilia (EUA) por nocaute no 2º segundo round
Gleison Tibau (BRA) venceu Francisco Massaranduba (BRA) na decisão dos juízes
Diego Brandão (BRA) venceu Joey Gambino (EUA) na decisão dos juízes
Serginho Moraes (BRA) venceu Reneé Forte (BRA) com uma finalização no 3º round
Chris Camozzi (EUA) venceu Luiz Cané (BRA) na decisão dos juízes
Cristiano Marcello (BRA) venceu Reza Madadi (SUE) na decisão dos juízes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.