Anderson pede GSP, mas Dana White prepara ‘milhões’ por luta com Jon Jones

Presidente do UFC admitiu a chance do duelo contra o canadense, mas ressaltou que sua prioridade é montar Anderson x Jones

João Pontes e Rodrigo Farah - enviados iG ao Rio de Janeiro |

Passada mais uma atuação de gala no UFC Rio, resta a dúvida de quem seria capaz de destronar Anderson Silva. Depois de nocautear Stephan Bonnar no primeiro round, o Aranha pediu por um duelo de campeões contra o canadense Georges-St Pierre. Mas logo na sequência, o presidente do Ultimate, Dana White, voltou a pressionar por uma superluta contra Jon Jones e prometeu: irá oferecer um caminhão de dinheiro para o brasileiro aceitar o combate.

Qual seria o adversário mais difícil para Anderson Silva? Deixe o seu comentário


“O GSP seria uma grande luta para ele, mas o Jon Jones também. Ele fica dizendo que não quer enfrentá-lo, mas com a quantidade de dinheiro que eu vou oferecer, garanto que ele dirá: sim, sim, sim. Vou trancá-lo numa sala com seu empresário e prometo que chegaremos a um acordo”, destacou o chefão do UFC.

Leia mais: Anderson Silva dá show, humilha rival e vence por nocaute no UFC Rio

Recordista absoluto do torneio, Anderson Silva declarou novamente que sua grande ambição é subir no octógono contra o campeão dos meio-médios, GSP. O combate entre os dois principais lutadores do Ultimate aconteceria no começo do ano que vem, de preferência em um estádio de futebol.

Veja ainda: Minotauro mostra a força do jiu-jítsu brasileiro e faz Anderson chorar

O problema é que a ascensão relâmpago de Jon Jones nos meio-pesados fez com que a maioria dos fãs passasse a pedir pelo confronto do brasileiro contra Jones ao invés de GSP, o que sempre foi rejeitado pelo brasileiro.

Confira mais: Sem dificuldades, Demian Maia finaliza rival na primeira luta do card principal

EFE
Anderson Silva comemora vitória no UFC Rio III

“O GSP seria um desafio um pouco mais fácil. Ele é menor, apanharia menos”, brincou Anderson pouco depois de reiterar que aceitaria enfrentar o canadense mesmo que ele perdesse seu próximo compromisso diante de Carlos Condit, em novembro.

E ainda: Rony Jason brilha e salva card preliminar do UFC Rio com nocaute

Para Anderson Silva, nem mesmo os milhões oferecidos pelo chefe seriam capaz de mudar sua opinião. “Desde que comecei, nunca pensei em dinheiro, na grana... Tudo o que conquistei foi com amor, não luto por dinheiro. As vezes em que me encontrei com o Jon Jones, ele disse que não gostaria de me enfrentar. Eu também já tenho 37 anos, sou um tiozão. Deixa o Jon Jones lá".

Em conversa com a imprensa após a entrevista coletiva do UFC Rio, Dana White disse não acreditar realmente que o brasileiro esteja fugindo de Jon Jones. De acordo com o dirigente do UFC, ele está fazendo isso apenas para passar uma imagem humilde e para negociar valores mais altos no possível combate.

“Eu sei como ele pensa e sei lidar muito bem com o Anderson. Tenho certeza que ele quer enfrentar os melhores antes de se aposentar, e o Jon Jones está em sua cabeça com certeza”, finalizou Dana White.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG