Americanos ironizam gritos de ‘vai morrer’ e buscam paz com brasileiros

Phil Davis, Jon Fitch e Stephan Bonnar tentaram fugir do papel de vilões do UFC Rio, que ocorre no próximo sábado

Rodrigo Farah - enviado iG ao Rio de Janeiro | - Atualizada às

Getty Images
Stephan Bonnar concede entrevista no Rio, nesta quinta-feira

A torcida brasileira é conhecida por ser a mais apaixonada de todas do Ultimate. Mas os americanos do UFC Rio 3 parecem não se preocupar com a pressão verde-amarela e os tradicionais gritos de “vai morrer” direcionados aos atletas estrangeiros. Nesta quinta-feira, eles fizeram questão de brincar sobre o assunto e disseram que os torcedores do país são apenas mal interpretados.

Comente esta notícia e deixe seu recado para outros torcedores

“Ninguém grita isso aqui, eles me adoram. O que a torcida brasileira grita é que eu vou ganhar e nada além disso”, brincou Jon Fitch em entrevista ao iG. “As pessoas me conhecem mais aqui do que nos Estados Unidos. O fã brasileiro é muito apaixonado e a recepção que tive foi sensacional. Não quero ser um vilão”, completou o rival de Erick Silva.

“Na verdade é um erro de tradução, só isso. Eles não estão gritando ‘vai morrer’. Eles estão gritando ‘boa sorte, Phil Davis’. As pessoas que entendem errado”, ironizou Davis, adversário de Wagner Caldeirão.

Leia ainda: Anderson Silva diz que vai lutar para saldar dívida com o Brasil

O único que adotou uma postura um pouco mais defensiva foi o adversário de Anderson Silva, Stephan Bonnar. O americano admitiu certo incômodo em relação aos gritos de ‘vai morrer’, mas fez questão de salientar que isso não mudará o resultado do combate.

“Eles já gritaram isso no treino aberto e eu respondi com um ‘chupa meu p...’ (risos), mas depois pedi desculpas. Na verdade, acho que é um pouco rude e um pouco exagerado, mas não vai atrapalhar. Iria atrapalhar se abrissem o octógono e todos os fãs entrassem para ajudar o Anderson a ganhar a luta”, comentou Bonnar.

Infográfico: Números dão ampla vantagem a Anderson Silva sobre Bonnar|

O UFC Rio 3 está marcado para este sábado à noite, na Arena HSBC. O card preliminar começará às 20h, enquanto o card principal será disputado às 23h. O evento protagonizado por Anderson Silva e Stephan Bonnar contará com transmissão por pay-per-view do canal Combate. A Rede Globo também transmitirá o show a partir das 0h40.


Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: ufcufc rio 3stephan bonnarphil davisjon fitch

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG