Dana White pressiona, mas Anderson Silva rejeita duelo contra Jon Jones

Brasileiro afirmou que o presidente do UFC quer o combate, mas vetou a possibilidade do duelo contra o campeão meio-pesado

Rodrigo Farah - iG São Paulo | - Atualizada às

O possível duelo entre Anderson Silva e Jon Jones é um dos mais esperados do UFC, mas o encontro parece estar cada vez mais longe de acontecer. Nesta quinta-feira, o “Aranha” revelou que o presidente do Ultimate, Dana White, quer promover a superluta. Mesmo assim, o brasileiro voltou a rejeitar a possibilidade de desafiar o campeão dos meio-pesados.

Você acha que Anderson Silva deveria enfrentar Jon Jones? Opine com outros fãs

“Não tenho essa pretensão. É algo que já foi cogitado várias vezes. O Dana gostaria que eu subisse e disputasse o cinturão com o Jon Jones, mas não tenho pretensão de fazer isso. Minha categoria é até 84 kg. Tenho 37 anos e tudo o que construí foi baseado com pés no chão. É uma coisa que eu não quero fazer”, reiterou o atleta do Corinthians.

“A minha equipe também conta com vários atletas meio-pesados que podem disputar o título, como Rafael Feijão, Rogério Minotouro e muitos outros. Então, não poderia subir para lutar com o Jon Jones”, completou.

Veja também:  Adversário fala em infernizar Anderson Silva e chocar o mundo

AP
Jon Jones está intocável nos meio-pesados

Anderson Silva irá disputar um combate como meio-pesado pela terceira vez na carreira no UFC Rio, diante de Stephan Bonnar. Apesar disso, o brasileiro só fará o combate fora de sua categoria natural porque foi convocado às pressas, um mês antes do show, para protagonizar o evento do dia 13 de outubro.

Confira ainda:  Mais forte, Anderson precisa eliminar 2 kg em dez dias para UFC Rio

Apesar do pouco tempo de preparação, Anderson Silva fez questão de avisar que estará em forma quando subir no octógono da Arena HSBC. O Aranha disse que aceitou o convite para substituir José Aldo como protagonista do evento pelo compromisso que tem para com a entidade.

Leia também:  Geronimo Mondragon é cortado do UFC Rio e deixa Napão sem rival

“Sou parte da família do UFC. Não só eu como os outros lutadores temos que ajudar a continuar o show, principalmente quando é um show que poderia ser cancelado. Estou fazendo a minha parte, mas se achasse que não tivesse condições, não lutaria”, concluiu.

Para receber as notícias de Esportes envie igesportes para 49810 . 10 dias sem custos * * Após este período, custo de R$ 0,31 + imp. por mensagem recebida.
Leia tudo sobre: UFCUFC RioAnderson SilvaJon JonesDana White

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG