Belfort encara Jones para chocar o mundo e confirmar soberania brasileira no UFC

Lutador carioca tentará retomar o cinturão dos meio-pesados contra a maior sensação do torneio depois de Anderson Silva

Rodrigo Farah - iG São Paulo |

Getty Images
Jon Jones defenderá o cinturão contra o brasileiro Vitor Belfort

Vitor Belfort terá uma missão das mais complicadas neste sábado à noite. O veterano de 35 anos desafiará uma das principais sensações do UFC, que é apontado como o futuro do MMA. Mas se conseguir surpreender e derrotar Jon Jones, o carioca entrará para a história do torneio conquistando o título dos meio-pesados pela segunda vez na carreira. Não só isso, como ele irá assegurar o quinto cinturão do Brasil e confirmará a soberania do país no Ultimate.

Você acha que Vitor Belfort pode derrotar Jon Jones? Opine com outros fãs

Getty Images
Vitor Belfort treinou com Rashad Evans, arquirrival de Jon Jones no UFC

Apesar de ter recebido o apoio da torcida de Toronto na última sexta-feira , Belfort entrará no octógono como um dos maiores azarões em disputa do cinturão do UFC. De acordo com as previsões das casas de apostas americanas , o brasileiro tem apenas 12% de chances de vitória.

Infográfico:  Confira todos os números de Jon Jones e Vitor Belfort no UFC

“Jon Jones é obviamente um grande lutador. Também por isso, me animei muito com a possibilidade de enfrentá-lo. Ele é muito completo e dá poucas chances. Prefiro não buscar possíveis erros de seus adversários nas lutas e exaltar os méritos dele. Todos temos pontos fortes e mais vulneráveis”, comentou Belfort em entrevista ao iG .

iG Entrevista: Belfort aceita apoio de arquirrival Anderson e pede união brasileira

Também, pudera. Jon Jones atropelou todos os adversários que colocaram à sua frente, com a direito a vitórias tranquilas sobre quatro ex-campeões do UFC: Mauricio Shogun, Rampage Jackson, Lyoto Machida e Rashad Evans. Agora, ele tenta a quinta vitória seguida contra antigos donos do cinturão.

Depois de encarar Belfort, Jon Jones será espectador em duelo dos irmãos na NFL

“Nós dois somos de gerações diferente. Minha carreira é curta, mas mesmo assim já enfrentei caras mais duros do que ele. Mas estou animado por enfrentá-lo por ele ser canhoto e quer melhorar contra oponentes deste tipo. Mas no fim dois são vencedores”, provocou o atleta de 25 anos.

Assista também:  Vitor muda de academia antes de enfrentar Jones. Veja os treinos

Getty Images
Aos 25 anos, Jones (d) já é considerado um dos maiores do Ultimate

Uma vitória de Vitor Belfort deixaria o Brasil com nada menos do que cinco cinturões do UFC. Atualmente, o país conta com três campeões – José Aldo, Anderson Silva e Junior Cigano - e um campeão interino – Renan Barão. Desta maneira, o Brasil chegaria a um total de cinco cinturões, ultrapassando pela primeira vez os Estados Unidos na contagem de títulos do Ultimate.

Leia ainda: Vitor Belfort recorre aos primórdios do UFC para vencer Jones

“Espero, como bom brasileiro, que o Vitor ganhe. Acredito que o Vitor tem todas as qualidades pra vencer. É uma luta dura, o Jon Jones tem uma envergadura maior, é inteligente e cresce cada vez mais. Mas o Vitor é o Vítor. Ele melhorou muito, e o Jon Jones terá um grande desafio pela frente”, opinou Anderson Silva ao comentar sobre o antigo desafeto.

'Sem pressão', Belfort revela ajuda do filho de 7 anos para luta contra Jones

Além da disputa do cinturão dos meio-pesados, o evento no Canadá também definirá o primeiro campeão dos moscas do Ultimate no combate entre Joseph Benavidez e Demetrious Johnson. O card principal do UFC 153 está marcado para começar às 23h de Brasília com transmissão ao vivo por pay-per-view do canal Combate. A Rede Globo vai transmitir o combate principal com 30min atraso – por volta da 1h30 da manhã.

Leia tudo sobre: UFCVitor BelfortJon Jones

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG