Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google

Eufórico, Minotauro vibra com luta no UFC Rio e recorda era do Pride

Pesado foi chamado às pressas para integrar o card do evento no Rio contra o americano Dave Herman

iG São Paulo | - Atualizada às

A reviravolta no card do UFC Rio foi das melhores possíveis para Rodrigo Minotauro. Chamado às pressas para integrar o evento do dia 13 de outubro, na Arena HSBC, o ex-campeão dos pesados vibrou com a oportunidade e disse que nem precisou de qualquer tipo de negociação com o Ultimate para aceitar o convite.

Você acha que Minotauro vai ganhar? Opine com outros torcedores do UFC

Divulgação
Minotauro e Anderson Silva foram chamados para salvar o UFC Rio

“Nem teve negociação, estava gravando um comercial ontem com o Anderson em São Paulo quando o telefone dele tocou. O Dana White fez o convite e nós aceitamos de primeira, foi de bate-pronto. Estava louco para lutar, ainda mais no Rio”, celebrou o veterano de 36 anos.

Veja também:  Anderson Silva substitui José Aldo como protagonista do UFC Rio

Os companheiros de treino Rodrigo Minotauro e Anderson Silva foram convocados para participar do UFC Rio após as saídas recentes de José Aldo e Rampage Jackson por lesão.

Ambos terão apenas um mês para se preparar, mas a princípio despontam como franco favoritos à vitória. Minotauro lutará contra Dave Herman, que vem de duas derrotas, enquanto Anderson Silva subirá de categoria para enfrentar o meio-pesado Stephan Bonnar.

Confira ainda:  Presidente do UFC surpreende e anuncia saída de José Aldo do UFC Rio

“Terei apenas um mês de preparação, logicamente não é o ideal, mas não é nada que eu já não tenha feito na minha carreira. Passei por isso algumas vezes no Pride. Essa é a minha profissão e quero estar sempre em ação”, completou o ex-campeão do torneio japonês.

Na verdade, os dois foram os protagonistas da primeira edição do UFC Rio, realizada em agosto do ano passado. Na ocasião, Minotauro e Anderson nocauteram Brendan Schaub e Yushin Okami, respectivamente.

“Estou muito feliz, vou lutar literalmente em casa. Minha academia fica apenas 2km da Arena da Barra. Vou poder contar com toda torcida brasileira, vão estar presentes todos os meus amigos e alunos, não poderia querer outra coisa”, concluiu o peso pesado.

Leia tudo sobre: UFCUFC RioMinotauro

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG