Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google

Anderson Silva diz que há 'boiolas' no UFC e que usava vestido na infância

Em entrevista à Playboy, o campeão dos médios do Ultimate também revelou que gravará um filme ao lado de Steven Seagal

iG São Paulo | - Atualizada às

Divulgação
Anderson Silva beija Minotauro em campanha contra a homofobia

Anderson Silva sempre teve mente aberta em relação à homossexualidade. Mas desta vez, o campeão dos médios do UFC foi além. Em entrevista à revista Playboy, o melhor lutador de MMA do mundo revelou - sem citar nomes - a presença de atletas gays no Ultimate. Não só isso, como ele admitiu que brincava com bonecas e usava vestido na infância.

O que você achou desta notícia? Comente com outros torcedores

“Eu brincava de boneca, brother. Eu brincava de boneca com as minhas primas, com as minhas irmãs. Penteava as bonecas. Normal”, admitiu o corintiano. “Eu botava tamanco, usava vestido. Estava brincando. Criança não tem aquela coisa de sexualidade. Eu tinha uns 13, 14 anos”, completou o Aranha.

Veja também:  UFC lança trailer da luta entre Vitor Belfort e Jon Jones. Assista

Anderson Silva ainda aproveitou para falar sobre a simpatia pelos homossexuais e comentou que o UFC também conta com atletas gays, mas sem saber quem são. "Não conheço nenhum boiola, mas deve ter. Claro que tem (gays no UFC)”, revelou Anderson antes de lembrar de alguns de seus alunos homossexuais.

“Na época que dava aula em Curitiba, eu tinha uns seis alunos de jiu-jitso que eram boiolas. Que eram não, que são. Profissionalmente os caras são supermachões”, citou o lutador. “Não tenho nada contra, cara. Acho que a gente tem que saber respeitar a individualidade de cada um, assim todo mundo consegue viver bem, na boa, sem um atrapalhar o outro".

Confira ainda:  Ring Girl do UFC insiste em carreira musical e lança novo single

Sem previsão para voltar ao octógono, Anderson Silva reiterou que só voltará a lutar em 2013. O atleta revelou que no mês que vem gravará algumas cenas do próximo filme de Steven Seagal, um de seus mentores no esporte. O longa “Tapped” contará também com a presença de Lyoto Machida.

“Falei com o Steven Seagal há três semanas. Ele tinha ido para a Rússia para falar com o presidente de lá e estava voltando para a gente conversar sobre o filme que vou rodar com ele. Ele me convidou para fazer. Vamos ver o que vai dar”, comentou o paulista.

Leia tudo sobre: Anderson SilvaUFC

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG