Publicidade
Publicidade - Super banner
Lutas
enhanced by Google
 

Renan Barão disputa título do UFC longe dos holofotes e sem pressão

Em entrevista ao iG, o atleta potiguar falou do combate contra Urijah Faber e da ajuda que recebeu do amigo José Aldo

Rodrigo Farah - iG São Paulo |

Getty Images
Urijah Faber e Renan Barão vão brigar pelo título interino dos galos do UFC

O Brasil poderá conquistar seu quarto cinturão do UFC no dia 21 de julho. Mas ele não virá das mãos de um atleta badalado como Vitor Belfort, Lyoto Machida ou Wanderlei Silva. Ainda pouco conhecido do grande público, Renan Barão enfrentará Urijah Faber pelo título interino dos galos com a possibilidade de finalmente ganhar os holofotes do Ultimate.

Você acha que o brasileiro será campeão? Comente com outros torcedores

Getty Images
Renan Barão poderá se igualar a Anderson Silva, Cigano e Aldo como campeão do UFC

“Sei que não sou muito conhecido ainda, mas quero mudar isso com minha atuação e não com falação. O que eu fizer no octógono vai determinar isso. Vou sempre buscar o nocaute e é esse tipo de coisa que vai me levar ao topo”, comentou o atleta de de 25 anos em entrevista ao iG.

Veja também: Dana White abre caminho para Hector Lombard desafiar Anderson Silva

Apesar de não ser famoso, Renan Barão chega para a disputa do cinturão com nada menos do que o melhor cartel entre todos os lutadores do UFC. O representante da academia Nova União sofreu uma derrota no primeiro combate da carreira, em 2005, e de lá para cá nunca mais foi derrotado, com 28 vitórias.

iG Entrevista: Ronda Rousey aposta em ouro de Mayra e quer enfrentar Cyborg

“Ele é uma sensação com o melhor recorde do MMA no mundo. É o tipo de lutador que todos querem assistir. Tenho certeza que fará uma luta histórica contra o Urijah Faber”, elogiou o presidente do UFC, Dana White.

Confira ainda: Weidman surpreende, nocauteia Muñoz e pede por Anderson

Para o duelo da semana que vem, Renan Barão contará ainda com a ajuda do parceiro de treinos José Aldo. O campeão dos penas do UFC já derrotou Urijah Faber há alguns anos e conhece bem o oponente americano.

“O Aldo me ajudou bastante. Contou coisas do Faber e disse que ele é um cara bem duro, que aguenta os golpes. Mas também me elogiou e falou que eu estou pronto para sair com a vitória. Tomara que possa ganhar o cinturão”, destacou Barão, que terá a possibilidade de se juntar aos campeões verde-amarelos Anderson Silva, Junior Cigano, além do próprio Aldo.

O combate em Calgary (CAN) valerá o cinturão interino do UFC devido à lesão do atual campeão dos galos, Dominick Cruz. Quem vencer entre Barão e Faber terá a oportunidade de lutar contra o número 1 da categoria no fim do ano.

“Já me preparo para ganhar o cinturão há anos. Estou bem tranquilo na verdade. É a luta mais importante da minha vida, mas não estou me sentindo pressionado. Estou pronto para ser campeão”, completou.

Leia tudo sobre: UFCRenan BarãoJosé AldoUrijah Faber

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG