Brasileiro derrotou último rival que o ameaçava e agora está sem nenhum adversário à altura entre os médios do Ultimate

Encontrar novos desafios para Anderson Silva não é uma tarefa das mais fáceis. Com o nocaute sobre Chael Sonnen no último sábado , o melhor lutador de MMA do mundo acabou com sua última ameaça no UFC e agora está simplesmente sem adversários à altura para desafiá-lo pelo cinturão.

Você acha que Anderson Silva tem oponentes a altura no UFC?

Spider: dono do cinturão e sem desafiantes à altura
Getty Images
Spider: dono do cinturão e sem desafiantes à altura

“Não sei o que vamos fazer agora”, admitiu o presidente do Ultimate , Dana White. “Novos desafios surgem todo o momento, mas agora não há como pensar em ninguém para enfrentá-lo. Ele é o melhor lutador da história do MMA, uma aberração da natureza”, completou.

Via Galvão, Globo volta a mentir sobre transmissão "ao vivo" do UFC e irrita fãs

Rivais em potencial como Mark Muñoz, Alan Belcher, Michael Bisping - e até o recém-contratado Hector Lombard - simplesmente não estão perto do nível do “Aranha”. Com isso, resta na categoria apenas o nome de Vitor Belfort, já nocauteado por Anderson no ano passado.

FAMOSOS: Veja as celebridades que assistiram ao vivo o nocaute

Ainda assim, o carioca teria que se recuperar de uma lesão na mão esquerda e vencer mais um combate até o fim do ano para ter alguma chance de se credenciar novamente à disputa do cinturão.

Coletivas pós-luta:
No auge, Anderson afasta boatos de aposentadoria e promete "anos" no UFC
Chael Sonnen tira "máscara" e se rende a Anderson Silva e ao Brasil

O assunto gera desconforto até mesmo no próprio Anderson Silva. Quando questionado na entrevista coletiva do UFC 148 sobre quem poderia enfrentá-lo, o lutador mostrou irritação e rebateu: “Preciso mesmo responder a esta pergunta? Meu clone.”

Uma possibilidade seria a ida para os meio-pesados (93 kg). Ele já lutou duas vezes nesta categoria e conseguiu dois nocautes no primeiro round . Entretanto, nem Anderson Silva e nem Dana White mostram interesse na mudança de classe.

CONFIRA:  UFC Rio 3 terá Rampage Jackson contra sensação Glover Teixeira

“Nunca digo para ninguém baixar ou subir. Ele é o melhor de todos e acabou com todos os desafiantes que colocamos na sua frente. O Anderson se sente bem nos médios, sempre me disse isso e em todos esses anos ele nunca teve nenhum problema para atingir o peso. Então não há porque mudá-lo”, ressaltou o presidente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.