Diretor do Ultimate falou ainda sobre um show próximo ao ano novo, em cidade ainda a ser definida pela franquia

O UFC voltará ao Rio de Janeiro pela terceira vez. Nesta quinta-feira, o diretor de Desenvolvimento Internacional do Ultimate, Marshall Zelaznik, anunciou em entrevista coletiva que a franquia fará seu próximo evento no Brasil novamente na capital fluminense, em outubro.

Leia mais notícias de lutas e UFC no iG Esporte

Em 2011, o Rio sediou o UFC vencido por Anderson SIlva
Getty Images
Em 2011, o Rio sediou o UFC vencido por Anderson SIlva

“Vamos realizar um card no Rio em outubro e temos planos de outro show no ano novo”, anunciou o dirigente nesta tarde, em Belo Horizonte. “O MMA está se tornando rapidamente o segundo esporte do Brasil. Está se tornando parte da cultura e da sociedade brasileira e estamos animados”, completou.

CONFIRA TAMBÉM: UFC em BH terá a luta de número 2000 do torneio

Esta será a terceira vez que o Rio de Janeiro receberá um evento do Ultimate. A cidade sediou o torneio pela primeira vez em agosto do ano passado e depois em janeiro de 2012. Nas duas ocasiões, os combates aconteceram na Arena HSBC, mas agora existe grande possibilidade que o estádio do Engenhão se torne a nova casa em terras cariocas.

Apesar do novo show no Rio, o Ultimate trabalha intensamente para retornar a São Paulo. Na verdade, o UFC 147 deste sábado, em Belo Horizonte, deveria ser sediado no estádio do Pacaembu. Porém, o show foi cancelado, pois ultrapassaria os limites de som permitidos na região durante a madrugada.

E MAIS:  Wanderlei ganha status de herói em BH e ouve coro de “Vitor arregão”

“Ainda estamos vendo com a produtora o melhor lugar e a data ideal para o show depois do Rio de Janeiro”, ressaltou Marshall Zelaznik.

Enquanto isso, o Ultimate realiza sua estreia em Belo Horizonte neste sábado. O UFC 147 começa às 20h no ginásio do Mineirinho com as lutas preliminares. Já o card principal será disputado a partir das 23h com destaque para as finais do TUF Brasil e a revanche entre Wanderlei Silva e Rich Franklin.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.