Goleiro do Atlético-MG perdeu a irmã na manhã desta terça-feira, por conta de um câncer no cérebro

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Renan Ribeiro ficou fora da partida contra o Internacional por conta da doença da irmã
O Atlético-MG amanheceu de luto nesta terça-feira, isso porque, a irmã do goleiro Renan Ribeiro , que lutava contra um câncer no cérebro, faleceu durante a madrugada no interior paulista. O goleiro chegou inclusive a ser liberado da partida contra o Internacional, no último domingo, para viajar para Barretos, mas o quadro de saúde de Bianca, de apenas 15 anos foi agravado e ela não resistiu.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

O velório de Bianca acontece nesta terça-feira, e em função do ocorrido, o jogador não tem previsão de retorno ao Atlético-MG. Dessa forma, para o jogo do próximo domingo, contra o Ceará, na Arena do Jacaré, Giovanni deve continuar com a camisa 1 do time atleticano, e Lee, contratado junto Vitória, será a opção de banco do técnico Cuca.

Siga o Twitter do iG Atlético-MG e receba notícias do time em tempo real

Os companheiros de clube e amigos de Renan Ribeiro já demonstram apoio ao jogador através das redes sociais. "A única certeza que temos na vida é que tudo isso um dia vai acabar, por isso que viver a vida da forma mais simples e verdadeira possível", postou o zagueiro Lima, no microblog Twitter. O ex-atacante atleticano, Diego Tardelli também postou mensagens de apoio ao arqueiro alvinegro.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

"Que sua irmã Bianca descanse em paz. Todos nós sabemos o quanto você e sua família lutou por ela, que também foi uma guerreira", disse Tardelli. O armador João Pedro, atualmente no Peñarol, do Uruguai, também postou mensagem em apoio a Renan. "Em todas as minhas orações, eu vou pedir que Deus conforte meu amigo Renan Ribeiro. É momento difícil, mas Deus está com vocês", declarou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.