Atacante sueco, que está lesionado, criticou o técnico após sua passagem pelo Barcelona

selo

Atual campeão europeu, o Barcelona vive a expectativa de estrear na Liga dos Campeões, nesta terça-feira, em casa. E o adversário é o forte Milan , campeão italiano na temporada passada. O confronto, que já seria bastante aguardado por si só, vem ganhando destaque na imprensa espanhola também porque seria a volta de Ibrahimovic e Van Bommel ao Camp Nou, onde ambos não se saíram bem. O sueco, porém, sentiu uma lesão muscular no final de semana e não pega o Barça .

Em entrevista coletiva nesta segunda-feira, o técnico Pep Guardiola lamentou a ausência de Ibrahimovic, atacante que deixou o Barcelona criticando o treinador, a quem chamou de "filósofo". "Não me importa o que ele disse, minha opinião sobre ele não muda. Antes de conhecê-lo, parecia um jogador fantástico e agora me parece ainda melhor. Foi fundamental aqui e agora sei que é feliz no Milan, o que me alega muito. Preferia que jogasse contra nós, porque é sempre melhor que o rival tenha todos os seus grande jogadores", disse o Guardiola, mostrando que o Barcelona não tem medo de ninguém.

Van Bommel, que criou polêmica ao fazer faltas duras em seu ex-companheiro Iniesta, na final da Copa do Mundo do ano passado, também mereceu elogios do técnico do Barcelona. "É um jogador extraordinário. Não creio que o Milan vá jogar com dureza, porque sempre se caracterizou por jogar bem e sem entradas duras", ponderou.

Como de costume, Guardiola elogiou bastante o time adversário e negou que o dele seja favorito ao título da Liga dos Campeões. A desculpa da vez é que há vinte anos um time não é bicampeão da competição. "A Liga dos Campeões é importante porque permite jogar contra as melhores equipes da Europa. Nestes três anos, ganhamos dois títulos e jogamos uma semifinal. Competimos muito bem e agora queremos fazer o mesmo e chegar o mais longe possível."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.