Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Zenit é multado por racismo contra Roberto Carlos

Torcedor do clube russo ofereceu uma banana ao brasileiro durante partida contra o Anzhí no mês passado

AE |

selo

Reprodução
Roberto Carlos foi vítima de ato racista na Rússia, onde defende o Anzhí
A URF (União Russa de Futebol) multou o Zenit em US$ 10 mil (aproximadamente R$ 16 mil) depois que um de seus torcedores ofereceu uma banana ao lateral-esquerdo Roberto Carlos. O incidente aconteceu no mês passado antes do início da partida entre o Zenit e o Anzhi Makhachkala, atual clube do jogador brasileiro.

O diretor-geral do Zenit, Maxim Mitrofanov, assegurou recentemente que o comportamento do torcedor que ofereceu a banana não tem nada a ver com a torcida do do time. "Foi uma provocação por parte de uma pessoa isolada. Para nós, esclarecer este assunto é uma questão de honra. Portanto, o culpado não ficará sem punição".

O Zenit confirmou a multa em um comunicado em seu site nesta quinta-feira. Alguns dias após o incidente, o clube garantiu que o torcedor seria banido do Petrovsky Stadium, local onde a equipe manda todas as suas partidas, por todo o resto da vida.

Roberto Carlos, que defendeu a seleção brasileira em três edições da Copa do Mundo, trocou o Corinthians pelo clube russo neste ano. Em 2008, o Zenit foi multado em US$ 58 mil, após seus torcedores jogarem bananas e imitarem sons de macacos para insultarem três jogadores negros do Olympique de Marselha.

Leia tudo sobre: roberto carlosfutebol mundialrússiaracismo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG