Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Zé Vitor e Jorge Wagner podem ser titulares contra o Vasco

Jovem volante são-paulino deve ter chance de ganhar moral com o treinador Paulo César Carpegiani. Time do Morumbi joga no Rio de Janeiro

Gazeta Esportiva |

Logo depois da derrota diante do Corinthians, o técnico Paulo César Carpegiani anunciou que o mesmo time que venceu o Cruzeiro enfrentaria o Vasco. No entanto, o treinador pode ser obrigado a trocar Zé Vitor por Rodrigo Souto na cabeça de área e colocar o meia Jorge Wagner no lugar do atacante Ricardo Oliveira.

Os dois titulares sofreram problemas físicos durante a semana, mas chegaram a iniciar o coletivo desta sexta-feira. Com dores nas costas, Rodrigo Souto foi o primeiro a deixar a movimentação. Em seguida, Ricardo Oliveira saiu em função de uma tendinite no joelho esquerdo.

"Se não jogar o Souto, entra o Zé Vitor. Se não jogar o Ricardo Oliveira, entra o Jorge Wagner", resumiu Paulo César Carpegiani. Desta forma, Fernandão passaria a jogar no ataque com a seguinte escalação: Rogério Ceni; Jean, Alex Silva, Miranda e Richarlyson; Zé Vitor, Carlinhos Paraíba, Jorge Wagner e Lucas; Fernandão e Dagoberto.

Rodrigo Souto e Ricardo Oliveira ainda não estão oficialmente vetados para o confronto com Vasco. "Se eles melhorarem hoje, podemos levá-los (para o Rio de Janeiro) e ganhar mais 24 horas para a recuperação", explicou o médico José Sanchez. No entanto, Carpegiani já avisou que não pretende escalar os atletas no sacrifício.

Antes da partida contra o Vasco, o técnico pretende conversar com o jovem Zé Vitor, especialmente para pedir disciplina tática. "Quando ele entrou contra o Ceará, jogou na ponta direita, na esquerda, de centroavante. Ele não guardava muito a posição e isso será fundamental", disse o comandante.

O confronto em São Januário servirá como uma prova para Zé Vitor. "Como o Carlinhos sai muito, ele vai ter que ficar mais atrás. Ele vai ter que ser o centralizador do jogo e vai precisar ter o equilíbrio emocional para jogar na posição. Vou verificar se ele tem essa qualidade. O jovem ganha experiência jogando", declarou.

No ataque, Paulo César Carpegiani preferiu adotar a solução mais simples e adiantar Fernandão para jogar ao lado de Dagoberto. "Muda um pouco colocando um homem de meio em detrimento de um atacante, mas é sexta-feira e não temos tempo para fazer mais nada", declarou.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG