Jogador não quer mais ser improvisado na lateral e diz que seu rendimento aumenta muito no meio de campo

O meio-campo Zé Luis não quer mais saber de ser improvisado na lateral direita. Volante de origem, o ex-jogador do São Paulo quer se firmar na sua posição, embora esteja ciente da forte concorrência. Além de Serginho, que já estava no elenco, o Atlético-MG contratou Richarlyson e Toró para o setor. O jogador culpa a idade pela sua decisão.

"Há dois, três anos, estava mais jovem e poderia jogar na lateral com tranquilidade, até como terceiro zagueiro, mas aprendi muito com isso. Prefiro brigar pela minha posição no meio campo. Em uma emergência, sim (posso jogar na lateral), mas vou render muito mais de primeiro volante", prometeu.

Embora a experiência na lateral direita o tenha ajudado a jogar mais vezes, Zé Luis afirma que a improvisação o prejudicou, pois a posição é ingrata. "Se não chega ao fundo, vão te cobrar por isso. Se não marca bem, vão cobrar porque não marca bem. Joguei praticamente dois anos de lateral e 15 anos de volante, então conheço e é melhor jogar de volante que de lateral", explicou.

"Foi uma experiência positiva , mas que no final acabou trazendo prejuízo para mim e não quero ter essa experiência novamente. É preciso ter característica para jogar ali, não é fácil ter que marcar com perfeição e, ao mesmo tempo, chegar no fundo e cruzar com perfeição", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.