Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Zé Luís e Ricardinho são dispensados pelo Atlético-MG

Jogadores não foram relacionados para o jogo contra o Democrata-GV e terão contratos rescindidos

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Bruno Cantini / Divulgação
Zé Luis teve seu contrato rescindido com o Atlético-MG
O sábado está sendo agitado na Cidade do Galo, em Vespasiano. Depois de Daniel Carvalho rebater as declarações do técnico Dorival Júnior, a diretoria atleticana anunciou que os jogadores Zé Luís e Ricardinho não jogam mais pelo Atlético-MG. Os dois não fazem mais parte dos planos do técnico Dorival Júnior e terão seus contratos rescindidos com o clube mineiro.

A decisão foi tomada pela diretoria de futebol do clube na parte da tarde, de acordo com a vontade da comissão técnica comandada por Dorival Júnior. Os jogadores não foram relacionados para a partida contra o Democrata-GV e já devem ter sido comunicados da situação.

A assessoria de imprensa do Atlético-MG não revelou os motivos das dispensas e afirmou que mais esclarecimentos devem ser dados neste domingo, na partida contra o Democrata-GV.

Debandada
Se o começo do ano foi de muitas contratações no Atlético-MG, agora são as saídas de jogadores que chamam atenção. Obina, Diego Souza e Diego Tardelli foram vendidos. Jóbson pediu para voltar ao Botafogo.

Obina, um dos ídolos da torcida atleticana, foi vendido para um time desconhecido do futebol chinês. Já Diego Souza, que não lembrou nem de longe o melhor jogador do Campeonato Brasileiro de 2009 com a camisa atleticana, foi para o Vasco. A saída mais sentida foi a de Diego Tardelli, que acertou com o Anzhi Makhachkala, da Rússia.

O atacante Jóbson pediu para ser liberado pois não teria se adaptado a Belo Horizonte. As diretorias de Atlético-MG e Botafogo ainda negociam o futuro do atleta.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG