Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Zâmbia surpreende Gana e vai à final da Copa Africana

Seleção aguarda definição do confronto entre Costa do Marfim e Mali para saber quem enfrentará na final

AE |

selo

Única seleção do seu continente a chegar às quartas de final da Copa do Mundo de 2010, realizada na África do Sul, Gana foi surpreendida pela seleção de Zâmbia na semifinal da Copa Africana de Nações, nesta quarta-feira, na cidade de Bata, em Guiné Equatorial, ao cair por 1 a 0 diante do adversário.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Surpresa, Zâmbia agora espera definição da outra seleção finalista da competição, que também será conhecida nesta quarta, no confronto entre Costa do Marfim e Mali, em Libreville, no Gabão. O duelo começará às 17 horas (horário de Brasília).

Leia também: PSG inova e coloca jogadores para treinar dentro de bolha

Desta forma, os zambianos irão buscar um inédito título da principal competição do continente africano, após chegarem invictos à decisão. Antes de passar por Gana, o país venceu o Senegal por 2 a 1, empatou por 2 a 2 com a Líbia e derrotou Guiné Equatorial por 1 a 0 na fase de grupos do torneio. Em seguida, nas quartas de final, superou o Sudão por 3 a 0. Esta será a terceira vez que a nação jogará a final da Copa Africana, depois de ter sido vice-campeã em 1974 e 1994.

Veja ainda: Márcio Rezende de Freitas é eleito melhor árbitro brasileiro do século

O peso do favoritismo de Gana começou a ruir nesta quarta logo aos 8 minutos do primeiro tempo, quando o atacante Asamoah Gyan perdeu um pênalti, defendido por Kennedy Mweene, e desperdiçou a chance de encaminhar a classificação do seu país. E o erro custou caro, pois Emmanuel Mayuca, aos 33 minutos da etapa final, fez o gol da vitória de Zâmbia ao receber passe na entrada da grande área, girar e bater colocado no canto esquerdo do goleiro, que ainda viu a bola bater na trave antes de entrar.

E mais: Goleiro brasileiro fala em 'psicologia' para frear Messi

Gana ainda teve chances de empatar o jogo no final do duelo, mas viu a sua situação ficar ainda mais complicada com a expulsão de Derek Boateng, que deu uma joelhada em um adversário em uma disputa de bola pelo alto e levou o cartão vermelho.

Veja ainda: Gato que invade o campo na Inglaterra vira celebridade

Curiosamente, Gyan voltou a ser vilão de Gana em mais um jogo muito importante para a história do futebol de Gana. No Mundial de 2010, ele perdeu um pênalti na prorrogação do confronto com o Uruguai, também válido pelas quartas de final. Após o erro, os uruguaios levaram a melhor na disputa por penalidades e avançaram à semifinal da competição.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG