Leandro Euzébio afirma que horário do jogo contra o Inter fará com que time entre em campo pressionado

Como a partida contra o Internacional , no próximo domingo, pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, está marcada para as 19h, o Fluminense entrará no gramado do Beira Rio sabendo os resultados de seus adversários diretos por uma vaga na Libertadores e ciente do que precisará fazer em campo para se manter entre os cinco primeiros colocados na tabela.

Confira a classificação completa do Campeonato Brasileiro 2011

Se muitos encaram a situação vantajosa para o clube das Laranjeiras, Leandro Euzébio discorda. Segundo o zagueiro tricolor, o fato de a partida começar mais tarde pode até mesmo atrapalhar o desempenho do atual campeão brasileiro.

“Não tem vantagem alguma. Preferia estar jogando no mesmo horário de todas as equipes. Seria melhor. Isso só vai fazer com que a gente entre em campo ainda mais pressionado pelos outros resultados. Mas temos que esquecer isso e procurar fazer nosso papel”, afirmou Leandro Euzébio.

Independentemente do horário do confronto, a única certeza que os jogadores tricolores têm é que em caso de derrota a equipe será ultrapassada pelo próprio Internacional, que chegaria aos 54 pontos, contra 53 do Fluminense. O estrago pode ser ainda maior se o Flamengo vencer o Cruzeiro , no Engenhão. Com essa combinação de resultados, o campeão brasileiro cairá para a sexta colocação e deixará a zona de classificação.

“Sabemos da nossa obrigação de conquistar uma vitória lá. É um jogo de seis pontos. No ano passado fomos no Beira Rio e arrancamos um empate, que nem pode ser considerado um resultado ruim”, explicou Leandro Euzébio.

Leia também: Leandro Euzébio elogia Elivélton e aposta na nova dupla

Questionado se uma vaga na Libertadores no ano que vem será comemorada como um feito pelo ano tumultuado vivido nas Laranjeiras ou encarada como uma frustração pelo fato de o time ter reagido tarde demais na competição, o zagueiro tricolor deu a entender que o grupo ainda pensa no bicampeonato.

“Assim que chegou, o Abel disse que precisava de tempo para desenvolver um trabalho. Assimilamos o que ele pediu e nos sentimos orgulhosos dessa reação. O torcedor não acreditava nem que estaríamos na briga depois do primeiro turno fraco que nós fizemos. Mas tudo vem dando certo, a sorte voltou pro nosso lado e esperamos lutar pelo título até o fim”, disse o camisa 85 do Fluminense.

Entre para a torcida virtual do Fluminense e opine sobre o horário do jogo contra o Inter


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.