Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Zagueiro inova em penteados para evitar comparações com Neymar

Fábio Ferreira, do Botafogo, diz que já usava moicano há muito tempo e pede que analisem só seu futebol

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

Quem observa os extravagantes cortes de cabelo do zagueiro Fábio Ferreira , do Botafogo , pode acreditar que o defensor da equipe carioca é extrovertido. Ledo engano. Avesso às câmeras, o jogador não gosta de entrevistas coletivas, evita falar sobre os penteados e está entre os mais tímidos do elenco. Porém, a personalidade mais reservada não impede que Fábio Ferreira tenha se tornado figura de destaque nos jogos do Botafogo pela variação de tranças, moicanos e outros cortes.

Siga o iG Botafogo no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

A mudança do tradicional moicano, usado desde os tempos do Corinthians , para outros penteados, aconteceu após o jogador sofrer comparações com o estilo do atacante Neymar , do Santos , que também usa moicano. Inovar foi a solução para se manter original e livre de comparações.



“Já usava o moicano desde a época das categorias de base do Corinthians, muito tempo atrás. Sempre gostei de um penteado diferente, acho que fica bem. Aí começaram a comparar com o Neymar. Falei ‘vou ter que mudar agora’. Passei a variar mais com ideias que ia tendo”, explica o zagueiro do Botafogo, que em 2010 sofreu uma grave lesão no joelho e ficou seis meses fora dos gramados.

Entre para a torcida virtual do seu time e o ajude a assumir a liderança do ranking

Além do visual, a troca dos cortes a cada partida também ganhou um pouco de superstição. Até a derrota para o Corinthians, na última quarta-feira , o Botafogo estava invicto há sete jogos. Com os resultados positivos, o zagueiro passou a ser cobrado pelos companheiros para seguir inovando.

“Antes do jogo contra o Corinthians, a gente estava há sete rodadas sem perder e estava dando certo. Os companheiros começaram a falar que estava dando sorte para o Botafogo, pra que eu continuasse variando a cada jogo. Espero que a gente já volte a vencer na próxima rodada, até porque fomos superiores ao Corinthians em boa parte do jogo”, disse Fábio Ferreira.

Apesar da repercussão que os penteados do jogador têm causado, Fábio não acredita que isso possa prejudicar sua carreira e espera ser avaliado apenas pelo desempenho dentro de campo.

“Quem tem que gostar do meu cabelo sou eu, entendo quem não acha bonito, mas eu me identifico e acho que é preciso ter personalidade para usar. Tenho que ser avaliado pelo meu futebol, não por meu cabelo ou qualquer outra coisa. Acredito que estamos fazendo um campeonato bom com o Botafogo e a tendência é melhorar. Mas se alguns preferem me criticar ou falar de outra coisa, que não meu futebol, só posso lamentar”, disse o zagueiro.

Autor de um gol neste Campeonato Brasileiro, na vitória por 1 a 0 sobre o Santos, na segunda rodada, o zagueiro é campeão de desarmes do Botafogo, com 26 roubadas de bola corretas em 10 partidas, média de 2,6 por jogo. Ao lado de Antônio Carlos, Fábio Ferreira será titular contra o Atlético-PR, no próximo sábado, às 18h30, na Arena da Baixada.

Leia tudo sobre: botafogobrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG