Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Zagueiro do São Caetano avisa que clube não aceitará mala branca

O único compromisso que teremos é jogar para vencer. Nosso empenho sempre será o mesmo, afirmou Anderson Marques

Gazeta Esportiva |

A possibilidade de complementar o orçamento no final do ano recebendo dinheiro para ajudar um ou outro clube na Série B do Campeonato Brasileiro não é cogitada pelos jogadores do São Caetano. Quem assegura é o zagueiro Anderson Marques, que descarta assumir responsabilidades por conta da falta de competência de outros clubes na última rodada da competição.

"Essas coisas existem, não dá para negar, mas nosso compromisso não é com essas equipes. Deviam ter feito a parte delas antes", disse o jogador, segundo o "Diário do Grande ABC". A especulação de uma possível "mala preta" surgiu no clube porque seu adversário às 17h (horário de Brasília) deste sábado é o Vila Nova, equipe ameaçada pelo rebaixamento.

O time goiano é o primeiro fora da zona da degola: ocupa a 16ª colocação, com 40 pontos, empatado com Brasiliense. Essa seria a principal equipe inclinada a oferecer uma "mala branca" aos jogadores do time paulista. Outros na luta contra a queda à Série C são América-RN e Guaratinguetá. O São Caetano está no 8° lugar, com 52 pontos.

"Nossa responsabilidade era fazer o São Caetano conquistar o acesso. Infelizmente, não conseguimos. O único compromisso que teremos é jogar para vencer. Se o Brasiliense, por exemplo, mandasse dinheiro, viria à toa. Nosso empenho sempre será o mesmo", assegurou Anderson Marques, descartando um incentivo a mais na última rodada.

Leia tudo sobre: são caetanosérie b

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG