Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Zagallo aceita indicação a vice da CBF. “Estou pronto para o desafio"

Federação carioca usa nome de Zagallo para frear pretensões de Marco Polo Del Nero na CBF

Bruno Winckler, iG São Paulo* |

Gazeta Press
Zagallo foi indicado à vice-presidência da CBF
O velho lobo está perto de retornar à CBF. Mario Jorge Lobo Zagallo , de 80 anos, foi indicado por Rubens Lopes, presidente da Federação de Futebol do Rio de Janeiro, ao cargo de vice-presidente da CBF representando a região sudeste. Era esta a função do José Maria Marin até a renúncia de Ricardo Teixeira, em março. Com a saída de Marin, as federações foram convocadas a indicar um substituto. Zagallo aceitou sua indicação prontamente

Vídeo: Em agosto,  Zagallo fez 80 anos. Veja vídeo com sua transformação física

“Não sou eu sozinho. Vai haver uma disputa com outros indicados, mas eu aceitei esse convite para ser o vice da região centro-sul. Tenho minha vida inteira dentro da CBF, com vitórias consecutivas, de dedicação à seleção brasileira e num momento importante como esse para o futebol brasileiro eu não poderia me furtar dessa indicação”, disse Zagallo, ao iG, nesta noite de quarta-feira.

Segundo o estatuto da CBF, as federações da região que tinha Marin como representante tinham 30 dias para indicar substituto. O prazo expirava nesta quarta-feira, um mês depois da renúncia de Ricardo Teixeira. “Não sei se sou eu apenas que fui indicado, as federações de outros estados também devem indicar nomes, mas eu me sinto preparado para o desafio, como estive pronto em todas as vezes que estive com a seleção brasileira”, disse Zagallo.

Leia também: Zagallo varia entre otimismo e reticência quanto ao hexa em 2014

Na última reeleição de Ricardo Teixeira, em 2008, ficou decidido que a Federação do Rio apontaria um nome a vice. Porém, o secretário-geral da entidade, Marco Antônio Teixeira, transferiu o direito de indicar o vice a Marco Polo del Nero, presidente da Federação Paulista. Nero apontou seu amigo de longa data, José Maria Marin.

Com a ascensão de Marin, a indicação natural agora caberá aos cariocas, que indicaram Zagallo, um nome forte no futebol brasileiro, para frear a auto promoção de Del Nero, que já trabalhava por sua indicação. “Eu sei que ainda vai haver disputas. Vou fazer reunião com o Rubens (Lopes) nessa semana para saber como vai ficar”, disse Zagallo, sem querer se aprofundar na disputa entre Rio e São Paulo.

Zagallo foi bicampeão mundial como jogador da seleção brasileira em 1958 e 1962. Como técnico, levou o título da Copa de 1970 e ainda foi auxiliar técnico de Carlos Alberto Parreira na Copa de 1994, ano do quarto título brasileiro. Foi ainda o treinador nas campanhas das Copas de 1974 e 1998, além de ter sido treinador dos quatro grandes clubes do Rio (Botafogo, Fluminense, Vasco e Flamengo) e da Portuguesa. Ele ainda dirigiu as seleções do Emirados Árabes e do Kuwait.

*colaborou Vicente Seda, iG Rio de Janeiro

null

Leia tudo sobre: copa 2014cbfseleção brasileirazagallomarindel nerofederação cariocafpfferj

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG