Zagueiro, que deverá ser titular no segundo jogo do São Paulo no Brasileirão, falou sobre o episódio com o lateral Jean

Xandão quer se firmar como titular
Vipcomm
Xandão quer se firmar como titular
Um dos principais alvos de protestos da torcida do São Paulo após a eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil , diante do Avaí , o zagueiro Xandão disse nesta terça-feira que pretende dar a volta por cima com a sequência de jogos na equipe titular. Com as ausências de Miranda e Alex Silva, o defensor deverá compor os 11 iniciais contra o Figueirense , no sábado.

"Infelizmente ainda não tive uma sequência, de assumir a posição e não largar mais. Se for confirmada a saída do Alex Silva , estou pronto. Estou preparado para qualquer tipo de responsabilidade", avisou Xandão.

Sobre a pichação de seu nome nos muros do CT, na semana passada, o zagueiro disse que não tira o direito dos são-paulinos de protestarem, mas condenou o episódio com o lateral Jean , que teve seu carro chutado por torcedores .

"Fiquei chateado por algumas coisas que aconteceram nessa semana, de turbulência. Com relação ao episódio do Jean, passa um pouco dos limites. Nós temos que saber como agir, ter reação e mostrar dentro de campo. Não adianta debater com a torcida, via imprensa, via internet. E mostramos dentro de campo, nesse jogo contra o Fluminense", disse.

Questionado sobre o esquema tático que funcionou muito bem na estreia contra o Fluminense , com quatro volantes, um meia e só um atacante, Xandão avaliou que o São Paulo não deverá jogar assim sempre.

"Varia de jogo para jogo, não tem uma formação definida. Esse esquema beneficiou muito a gente. Mas creio que não seja uma coisa definida. O nosso meio-campo foi fundamental na anulação do meio-campo do Fluminense. O Luiz Eduardo e o Wellington, que entraram, mostraram seu valor e o São Paulo só tem a ganhar", finalizou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.