Tamanho do texto

Volante do Real Madrid justificou desorganização do time pelos gols levados logo no começo. Técnico prefere esquecer a derrota para o Barcelona

Membro do setor mais dominado do Real Madrid na derrota para o Barcelona, o meio-campista Xabi Alonso reconheceu que a equipe da capital pouco fez do que havia sido combinado para vencer o Barcelona. O jogador lamentou a derrota, mas justificou a desorganização do time pelos gols levados logo no começo.

"Facilitou muito para eles ter marcado logo o primeiro e o segundo gol. Foi muito complicado, não conseguimos fazer as coisas bem. Espero que melhoremos de agora em diante, temos de aprender com os erros cometidos", afirmou, lembrando que a distância é curta, e que ainda falta muito campeonato.

"Não esperávamos essa partida, mas ainda tem muita coisa para acontecer na Liga", declarou. O jogador ainda defendeu o companheiro Sergio Ramos, que foi expulso após entrada criminosa em Messi, no final do jogo. "São coisas que acontecem no calor do jogo", finalizou.

O técnico do Real Madrid, José Mourinho, reconheceu logo após a goleada sofrida por sua equipe para o Barcelona - a maior derrota de sua carreira (5 a 0) - que seus comandados tiveram fraca atuação. "Jogamos muito mal", afirmou.

"Não temos mais nada o que fazer na partida de hoje. Acabou. Agora, estamos a dois pontos do líder, não a 20, e temos que continuar", acrescentou o treinador.

*com agências