Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

WTorre pode parar obras na Arena do Palmeiras até o fim da semana

Empresa se irrita com demora para que documento seja entregue e ameaça retirar seus operários da obra

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

A WTorre pode parar as obras da Arena Palestra nos próximos dias. Apesar da negativa pública, via Twitter, do presidente da companhia, Walter Torre Jr., o iG apurou que o plano de retirar os operários e deixar a reforma completamente paralisada pode ser colocado em prática até o fim da semana. Isso porque o Palmeiras ainda não assinou um novo documento que confirma a cessão de sete terrenos para a empresa de engenharia.

A oficialização desta escritura é esperada desde o dia 14 de janeiro, quando a WTorre aumentou o valor do "seguro de perfomance bond" para R$ 32 milhões, quantia que, segundo a WTorre, vai além das práticas do mercado.

Tal "seguro de performance" dá ao Palmeiras a garantia de a obra seja concluída mesmo que a WTorre desista do empreendimento.

Desde então, o Palmeiras não assina o documento, conforme prometido, alegando que o valor ainda não é o suficiente. Há 30 dias, a empresa enviou ao clube uma carta pedindo que a assinatura fosse feita e para que conselheiros parassem de atacar publicamente a Wtorre. Não adiantou. O documento não foi assinado e as críticas continuaram, além do clube ter enviado uma carta contra-atacando os pedidos da empresa.

"Aos palmeirenses e a toda população paulista: Por enquanto, não vou parar a obra da Arena. Mas a quem interessa parar a obra? Exatamente agora em que confirmamos a total disponibilidade para a Copa das Confederações? Sinto que forças ocultas começaram a trabalhar mais uma vez contra o Palmeiras e não acredito que isso possa vir da própria diretoria. Estou pedindo para marcar uma reunião com todos os conselheiros o mais breve possível. Temos que exterminar o mal pela raiz. Eu falo que (não vou parar a obra) por enquanto, porque já investi mais de R$ 40 milhões na boa fé e até agora não me deram um documento com as garantias", desabafou o empresário Walter Torre Jr., pelo Twitter.

Guilherme Tosetto, iG São Paulo
Operários trabalham nas obras da Arena Palestra, que pode ser usada na Copa das Confederações

Uma reunião no início desta manhã estava marcada para que Arnaldo Tirone e representantes da WTorre entrassem em um acordo. O presidente palmeirense cancelou a reunião no domingo à noite, o que irritou bastante a empresa de engenharia. Representantes da companhia passaram o dia ligando para Tirone em busca de uma nova reunião, mas não obtiveram sucesso e apenas ouviam a resposta: "Não sei quando marcaremos. Preciso consultar os meus vice-presidentes".

Na reunião para a definição de mandos dos Campeonato Paulista, na sede da Federação Paulista de Futebol, Arnaldo Tirone passou rapidamente pelos jornalistas e, questionado sobre o assunto, apenas afirmou: "não sei de nada disso".

O Palmeiras coloca a Arena Palestra como candidata a receber os jogos da Copa das Confederações, em 2013, já que o estádio do Corinthians, em Itaquera, não estará pronto.
 

Leia tudo sobre: PalmeirasArena PalestraWTorre

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG