Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Wewerton defende a Portuguesa das críticas dos torcedores

Goleiro defende o elenco da Lusa, mas pede mudança de postura aos companheiros para evitar uma crise maior

Gazeta |

A torcida da Portuguesa não poupou o time das vaias após o empate por 0 a 0 com o Catanduvense e criticou duramente a atuação dos jogadores neste ano. Em meio a irritação demonstrada pelos torcedores, o goleiro Wewerton saiu em defesa do clube e procurou defender os seus companheiros dos xingamentos provenientes da arquibancada.

Deixe seu recado e comente esta matéria com outros torcedores

Um dos principais alvos dos lusitanos é o volante Guilherme . Destaque na campanha que colocou o time de volta na elite do futebol brasileiro, o jogador chegou a cogitar uma transferência para o Corinthians no início desta temporada, mas teve o negócio vetado pela diretoria. No entanto, as atuações do atleta vêm sendo abaixo do esperado e despertaram a ira dos torcedores.

Confira a classificação do Campeonato Paulista

Além disso, os dirigentes da Portuguesa também tiveram que ouvir os seus nomes presentes em cantos furiosos vindos das arquibancadas. Os torcedores alegam que os mandatários do clube não estão se esforçando nesta temporada e que o investimento feito para suprir as saídas do meia Marco Antônio e do atacante Edno não foi suficiente.

“Futebol é resultado. Se não vier o resultado, os jogadores não servirão mais e o time será ruim. Todos aqui sabem que nós temos um grande elenco e que o nosso treinador é muito capacitado. Nós vamos dar o nosso melhor, porque não vamos desistir. Estamos aqui até o final para defender a Portuguesa”, disse o goleiro Wewerton.

Mesmo defendendo o time das vaias recebidas na saída de campo, o arqueiro procurou pedir uma mudança de postura para levar a equipe a uma nova fase na competição. Ciente de que o momento não é dos melhores, o atleta pediu para que os jogadores tenham em mente a gravidade da situação e evitem cometer excessos enquanto as vitórias não voltarem a aparecer.

“Não existem problemas extra-campo no nosso time, mas precisamos entender que as coisas não vão bem. Empenho não falta, só que você tem que focar exclusivamente na equipe. Se você está dormindo à meia noite, é bom ir para cama mais cedo. Se você está saindo para fazer compras no shoppping, é bom ficar em casa um tempo. Essas pequenas coisas podem fazer a diferença mais para frente”, finalizou o preocupado goleiro lusitano.

AE
Lusa e Catanduvense ficam no empate e se complicam no Paulistão

Leia tudo sobre: Campeonato Paulista 2012PortuguesaWewerton

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG