Jogador machucou o tornozelo direito da vitória do time inglês sobre o Olympiacos na Liga dos Campeões

selo

Depois de ver o Arsenal cair por 3 a 1 diante do Olympiacos, em Atenas, na Grécia, na última terça-feira, e mesmo assim se classificar às oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa como líder isolado do Grupo F, o técnico Arsène Wenger lamentou novos problemas com lesões, acumulados no jogo diante do rival grego. Um deles envolve o lateral-esquerdo brasileiro André Santos , que contundiu o tornozelo direito. 

Mais Liga dos Campeões: Manchester City pega o líder Bayern e torce por zebra para ir às oitavas

O treinador confirmou que o jogador sofreu uma "lesão ruim" no tornozelo e deverá desfalcar a equipe inglesa "por algum tempo". Por causa do problema, Wenger já não conta com a presença do atleta na partida do próximo sábado, contra o Everton, pelo Campeonato Inglês. 

Para completar, o comandante lamentou a lesão sofrida pelo goleiro Fabianski, que precisou ser substituído durante o jogo contra o Olympiacos após um choque com o zagueiro Vermaelen, do próprio Arsenal. "Fabianski sentiu um corte profundo no joelho", disse Wenger. 

Veja a tabela completa da Liga dos Campeões da Europa

O goleiro, porém, acredita que logo estará recuperado para voltar a atuar. "Eu acho que estou bem, é apenas um corte muito profundo", disse o atleta, para depois lamentar a infelicidade no lance em que machucou. "Foi muito azar, mas espero que todos os ligamentos do meu joelho estejam OK", completou.

Ao se machucarem, André Santos e Fabianski farão companhia no departamento médico ao lateral-esquerdo Kieran Gibbs, que está fora do time desde o mês passado por causa de uma hérnia, e aos laterais-direitos Carl Jenkinson e Bacary Sagna, que também estão se recuperando de lesões.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.