Atacante do Cruzeiro já disputou seis clássicos e até agora não sabe o que é perder para o Atlético-MG

Wellington Paulista tem feito gols no Atlético desde os tempos em que jogava pelo Botafogo
Vipcomm
Wellington Paulista tem feito gols no Atlético desde os tempos em que jogava pelo Botafogo
Para vencer o clássico contra o Atlético , no próximo sábado, o Cruzeiro contará com a ajuda de um jogador que tem dado sorte contra o maior rival. O atacante Wellington Paulista nunca perdeu para o Atlético desde que chegou ao time: são seis jogos, com cinco vitórias e um empate. E o centroavante tem boas lembranças quando o assunto é encarar o rival na Arena do Jacaré.

O bom desempenho do artilheiro contra o Atlético não começou com a camisa azul. Desde os tempos de Botafogo o camisa 9 costumava deixar sua marca contra esse adversário. “Consegui uma marca boa contra o Atlético-MG. Quando eu estava no Botafogo, também fui bem contra eles. Foram seis jogos, com quatro vitórias, um empate e só uma derrota. Trouxe o retrospecto positivo para Minas e espero mantê-lo”, contou o atacante.

Nos quatro primeiros clássicos pelo Cruzeiro, Wellington Paulista não marcou. Mas, nas duas últimas oportunidades (uma no Mineirão e outra na Arena do Jacaré), foi dele o gol da vitória. “Graças a Deus consegui fazer esses gols. Mas, o mais importante foi sair de campo com a vitória. Penso em fazer gols, sou atacante. Mas o que queremos é dar um passo para a classificação no Campeonato Mineiro”, disse o atacante.

Libertadores na cabeça

Apesar do foco total no clássico, o artilheiro não consegue se esquecer da Libertadores. “O clássico vai ser um jogo importante para as duas equipes mostrarem o que têm de melhor. Esperamos vencer e ir com moral para o jogo contra o Estudiantes”, contou.

O camisa 9 chegou até mesmo a comparar os clássicos com jogos de Libertadores, famosos pelo equilíbrio e catimba. “Já joguei muitos clássicos, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Clássico é como se fosse um jogo de Libertadores, um tipo de jogo diferente. Sei muito bem como é jogar um jogo como esse. Graças a Deus tenho me dado bem”, concluiu Paulista. O Cruzeiro estreia na Copa Libertadores na próxima quarta-feira (16), contra o Estudiantes, da Argentina, na mesma Arena do Jacaré.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.