Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Wellington Paulista está invicto no clássico mineiro

Atacante do Cruzeiro já disputou seis clássicos e até agora não sabe o que é perder para o Atlético-MG

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Vipcomm
Wellington Paulista tem feito gols no Atlético desde os tempos em que jogava pelo Botafogo
Para vencer o clássico contra o Atlético, no próximo sábado, o Cruzeiro contará com a ajuda de um jogador que tem dado sorte contra o maior rival. O atacante Wellington Paulista nunca perdeu para o Atlético desde que chegou ao time: são seis jogos, com cinco vitórias e um empate. E o centroavante tem boas lembranças quando o assunto é encarar o rival na Arena do Jacaré.

O bom desempenho do artilheiro contra o Atlético não começou com a camisa azul. Desde os tempos de Botafogo o camisa 9 costumava deixar sua marca contra esse adversário. “Consegui uma marca boa contra o Atlético-MG. Quando eu estava no Botafogo, também fui bem contra eles. Foram seis jogos, com quatro vitórias, um empate e só uma derrota. Trouxe o retrospecto positivo para Minas e espero mantê-lo”, contou o atacante.

Nos quatro primeiros clássicos pelo Cruzeiro, Wellington Paulista não marcou. Mas, nas duas últimas oportunidades (uma no Mineirão e outra na Arena do Jacaré), foi dele o gol da vitória. “Graças a Deus consegui fazer esses gols. Mas, o mais importante foi sair de campo com a vitória. Penso em fazer gols, sou atacante. Mas o que queremos é dar um passo para a classificação no Campeonato Mineiro”, disse o atacante.

Libertadores na cabeça

Apesar do foco total no clássico, o artilheiro não consegue se esquecer da Libertadores. “O clássico vai ser um jogo importante para as duas equipes mostrarem o que têm de melhor. Esperamos vencer e ir com moral para o jogo contra o Estudiantes”, contou.

O camisa 9 chegou até mesmo a comparar os clássicos com jogos de Libertadores, famosos pelo equilíbrio e catimba. “Já joguei muitos clássicos, em São Paulo e no Rio de Janeiro. Clássico é como se fosse um jogo de Libertadores, um tipo de jogo diferente. Sei muito bem como é jogar um jogo como esse. Graças a Deus tenho me dado bem”, concluiu Paulista. O Cruzeiro estreia na Copa Libertadores na próxima quarta-feira (16), contra o Estudiantes, da Argentina, na mesma Arena do Jacaré.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG