Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Wellington Paulista diz estar incomodado com nova função

Atacante do Cruzeiro está atuando na preparação de jogadas e não tem feito tantos gols como no ano passado

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

nullAcostumado a balançar as redes e estar sempre em dia com as cobranças do torcedor, o atacante Wellington Paulista vive um momento diferente na sua carreira. A pedidos do técnico Cuca, o camisa 9 do Cruzeiro está atuando mais como preparador das jogadas, atuando de costas para o gol adversário. E o centroavante está incomodado com a escassez de gols.

Com dois gols na temporada, um de pênalti contra a Caldense, e outro no clássico contra o Atlético, o jogador revelou que teve orientação para mudar um pouco sua característica. “Venho fazendo função diferente, abrindo espaços para o pessoal que vem de trás fazer os gols. Procuro puxar a marcação para que outros jogadores possam chegar com perigo”, explicou.

Apesar de se mostrar satisfeito com o sucesso dos companheiros de time, Wellington Paulista diz que a nova função o incomoda. “Se eu disser que não incomoda, vou estar sendo mentiroso. Já atuei como pivô e marquei muitos gols. Fiz isso com o Cuca no Botafogo e deu certo. No Cruzeiro também. Agora, as chances de gols estão menores, pois os times estão muito mais retrancados”, disse o atacante.

Wellington Paulista sabe que atacantes vivem de gols e que a cobrança é grande quando eles não aparecem. “Cobrança sempre existirá quando você é camisa 9. Mas, quando passo na rua, o torcedor sempre apoia. O próprio torcedor tem percebido que estou ajudando de outras maneiras, como por exemplo, na defesa. Sempre que tem um escanteio procuro ajudar. Por isso, nem sempre chego inteiro nas jogadas de ataque”, concluiu.
 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG