Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Wellington diz que tem pulmão para jogar mais avançado

Volante do São Paulo comentou sua nova função sob o comando de Adilson Batista

Mário André Monteiro, iG São Paulo |

Vipcomm
Wellington, volante do São Paulo
No time principal do São Paulo desde 2008, o volante Wellington se tornou titular absoluto do time apenas na atual temporada. A vaga no meio de campo veio com Paulo César Carpegiani, atuando como primeiro volante. Com a chegada de Adilson Batista, o camisa 5 é utilizado mais avançado e, frequentemente, chega como elemento surpresa na área do adversário.

Siga o iG São Paulo no Twitter

"Eu tenho essa caracteristica de sair para o jogo e voltar com velocidade, tenho pulmão para isso. O Adilson observou e está sabendo explorar", avaliou Wellington, que, contra o América-MG, poderá jogar mais recuado devido a ausência do lesionado Denilson. "Tem outros jogadores da posição que podem suprir a ausência do Denilson, mas eu posso fazer essa função também".

Entre para a Torcida Virtual do São Paulo e convide seus amigos

O jogo contra os mineiros pode valer a liderança para o São Paulo no Brasileirão. Para isso, o time precisa que os rivais que estão na frente da tabela tropecem na quarta-feira. "Nosso objetivo é esse, de ser líder. Vamos torcer contra o Flamengo, contra o Corinthians, para que a gente possa ser líder essa semana", contou Wellington.

Adilson Batista ainda não sabe se poderá contar com Xandão e Rhodolfo, apesar de ambos terem participado normalmente do rachão com o grupo . Se não puderem jogar, Piris, Zé Vitor ou Cícero são as opções para o setor. Para Wellington, a conversa supera os problemas defensivos. "A ajuda vale conversando no treino, no jogo. É claro que o improviso na zaga é complicado, tem que ir dando apoio, marcando e tentando ajudar", concluiu.

Leia tudo sobre: São PauloBrasileirão 2011Wellington

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG