Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Washington revela que vai lançar biografia de sua carreira

Ex-atacante do Fluminense vai convidar o jornalista Pedro Bial para contar sua trajetória nos gramados

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

O nome de Washington certamente não apareceria em nenhuma lista dos dez melhores atacantes do futebol brasileiro. Mas não há como negar que a carreira do ex-jogador do Fluminense está entre as mais belas da história. Não só pela dedicação com que se entregava em campo, mas, principalmente, pela superação de ter voltado a jogar após ser submetido a uma cirurgia de cateterismo em 2003, que lhe valeu o apelido de Coração Valente. Com tantas lembranças marcantes em quase 20 anos de profissão, Washington revelou nesta terça-feira, com exclusividade ao Portal iG, que pretende lançar sua biografia. A data, o ex-atacante ainda não definiu, mas o autor de seu próximo “gol” já foi escolhido a dedo.

“Eu não revelei isso a ninguém, mas esse é um dos meus projetos. E eu gostaria muito que o Pedro Bial aceitasse o convite para escrever minha biografia. Além de ser um jornalista inteligente e que eu admiro bastante, ele é um tricolor fanático”, afirmou.

Washington ainda não conseguiu falar com Pedro Bial, mas espera que o apresentador do Big Brother Brasil encontre um tempinho após o fim do programa para encarar o projeto e contar sua trajetória nos gramados pelo mundo afora.

“Eu acho que vai ser uma surpresa para ele também. Meu único receio é que ele não tenha tempo para aceitar o convite por causa de seus compromissos na televisão”, explicou Washington.

Se a admiração pelo jornalista e escritor é antiga, o primeiro encontro com o provável autor de sua biografia só aconteceu em 2008, durante a campanha do vice-campeonato do Fluminense na Libertadores.

“Ele esteve presente em quase todos os jogos fora de casa, inclusive na final, contra a LDU, no Equador. A gente sempre se encontrava nos aeroportos e nos voos e conversávamos bastante. Ele é um tricolor emblemático”, afirma o ex-atacante.

Se futuramente não será difícil encontrar em qualquer livraria do país sua biografia, Washington reconhece que jamais pensou na possibilidade de ver sua vida virar um filme.

“Um filme eu já não sei. Nunca pensei nisso e acho que não depende apenas de mim. É um projeto muito mais complicado de sair do papel. Quem sabe um cineasta tricolor não se empolga e compra essa ideia”, brincou Washington.
 

Leia tudo sobre: Copa Libertadores 2011FluminenseWashington

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG