Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Washington divulga carta de despedida e agradecimento

Atacante lembra momentos da Libertadores de 2008 e afirma que encerra a carreira no clube que aprendeu a amar.

Marcello Pires, enviado iG a Mangaratiba |

Ao anunciar sua aposentadoria após 17 anos, Washington não conteve a emoção e chorou. Emocionado, o jogador agradeceu à família, seus amigos, companheiros e todos que o ajudaram no futebol. O Coração Valente afirmou que não seguirá a carreira de treinador, mas tem certeza de que vai seguir trabalhando no futebol. Festejado pelos companheiros, Washington deixa os gramados por cima, campeão brasileiro e pelo clube que mais se identificou.
No fim da tarde, o jogador divulgou uma carta de despedida e agradecimento pelos 17 anos de carreira. Confira abaixo na integra.
"Dedicação, força de vontade, disciplina, alegria, algumas tristezas, vitórias, derrotas, gols feitos, gols perdidos, torcida, estádio lotado, amizade... Se eu fosse listar todos os sentimentos e fatos que aconteceram ao longo de quase 20 anos de carreira, teria a certeza absoluta de que ainda me esqueceria de muitas outras!
"Mais do que a natural tristeza de hoje estar me despedindo oficialmente do futebol, ficará para a minha vida a felicidade por tudo o que passei dentro de campo e fora dele. Terei saudades de ouvir meu nome gritado nas arquibancadas, da própria paixão por jogar futebol e fazer deste esporte minha profissão, do convívio com os companheiros e até mesmo das temidas concentrações!
"Estou aqui para agradecer a todos que contribuíram para que eu pudesse construir uma bonita carreira, desde o começo lá no Caxias. O apoio incondicional de minha mulher, Andréa, e o conforto que tinha quando via o sorriso das minhas filhas (Ana Carolina e Catarina) após chegar em casa depois de vários dias viajando. Não dá para descrever o quanto isso sempre me deu a força necessária para prosseguir nos momentos difíceis e de dúvida.
"Desde 2008 com o Fluminense na minha vida, tive emoções que nunca pensei em ter. Aquele Maracanã lindo e lotado na final da Libertadores e as festas que nosso torcedor fizeram no ano passado ficarão marcadas em todos os atletas. O competente comando do professor Muricy, um amigo que fiz no futebol. A inteligência do doutor Celso Barros, uma pessoa que aprendi a respeitar e admirar.
"Sou um cara pra cima, de alto astral, gosto de fazer amigos. Olho para trás e só consigo agradecer a Deus pela oportunidade que me deu. Não tenho a intenção de ser exemplo de vida para ninguém, mas digo com muito orgulho que nunca desisti de nada. Quanto mais espinhoso era o caminho, mais crescia minha vontade de superar os obstáculos. É com o sentimento de dever cumprido que me despeço de vocês hoje, deixando um MUITO OBRIGADO.
"Não estava preparado para dizer ‘adeus’ agora. Admito. Nem posso negar que terei ainda de me acostumar com este fato novo. Porém, tenho certeza de que encontrarei justamente na minha família e nos amigos a força necessária para seguir em frente, cada vez mais confiante.
"Deixo o futebol jogando no clube que passei a amar. Encerro minha carreira sendo campeão brasileiro. Penduro as chuteiras com uma gratidão imensa a todos que me ajudaram e estão ao meu lado.
"Para finalizar, desejo todo o sucesso que este grupo do Fluminense merece, pois vejo nele a capacidade de ganhar muitos títulos. Foi bom demais viver este sonho. OBRIGADO.
Washington Stecanela Cerqueira."
 

Leia tudo sobre: fluminenseWashington

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG