Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Wallyson é ¿arma secreta¿ na estreia do Cruzeiro

Atacante tem entrado bem durante as partidas e pode ser o titular contra o Estudiantes, da Argentina

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Vippcom
Wallyson teve problemas pessoais no ano passado e espera uma temporada vitoriosa em 2011
Uma das novidades do Cruzeiro para encarar o Estudiantes deve estar no ataque. Wallyson pode receber sua primeira chance como titular desde que chegou ao Cruzeiro, logo na estreia do principal torneio do ano. O bom início de temporada do jogador e a má fase de Thiago Ribeiro contribuem para a escalação entre os 11 que iniciam a luta pelo tricampeonato da Libertadores.

O técnico Cuca não quis confirmar a presença do atacante, mas fez questão de elogiar o comandado. “Wallyson tem entrado bem no time, resolvido situações. Assim foi contra a Caldense, contra o Villa Nova. Tem treinado muito bem. Geralmente, quando vemos um jogador pedindo passagem, temos que dar passagem.”

Wallyson afirmou que sua intenção é ajudar o time, independentemente se for como titular ou entrando no decorrer da partida. “Cuca vem dizendo que estou bem, mas não me disse ainda se vou começar jogando. Espero fazer o meu melhor quando a oportunidade aparecer para ajudar o time a buscar a vitória. Estou pronto, seja para ficar no banco ou começar jogando”, afirmou o atleta.

Vida nova


Wallyson chegou ao Cruzeiro no ano passado, mas não se firmou como titular do time. O jogador chegou a ser liberado pela diretoria por um mês por conta de problemas pessoais no fim da temporada de 2010, quando seu pai faleceu. Em 2011, espera viver um ano mais positivo. “Cheguei ano passado com alguns problemas, mas já passou. Espero que esse ano possa ser bom, possa jogar mais", disse o atacante.

Apesar dos problemas, foi do atacante o gol que deu a vitória por 2 a 1 sobre o Palmeiras na última rodada do Campeonato Brasileiro do ano passado. O resultado deixou o time na segunda colocação da competição, evitando a disputa da pré-Libertadores.

O jogador disse que teve muita paciência para esperar por sua oportunidade. “O Cuca sempre nos diz para estarmos prontos, que a chance vai aparecer. Tudo acontece na hora certa”, concluiu.


 

Leia tudo sobre: CruzeiroCopa Libertadores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG