Atacante do Cruzeiro passou por cirurgia no tornozelo esquerdo e visitou as redes do Nacional

O jogo contra o Nacional de Nova Serrana foi especial para o atacante Wallyson . Depois de longo período parado por conta de uma lesão grave no tornozelo esquerdo, o jogador do Cruzeiro voltou a marcar um gol. O lance mostrou a solidariedade do elenco com o atacante, já que os atletas deixaram Wallyson cobrar um pênalti já nos acréscimos.

Leia também: Wellington Paulista atribui boa fase à volta da confiança

O jogo já estava 3 x 2 para o Cruzeiro quando Montillo foi derrubado na área. Tanto o argentino quanto o atacante Wellington Paulista, principais cobradores de pênalti da equipe, pediram para Wallyson cobrar. E o nordestino não decepcionou, convertendo a penalidade e chorando na comemoração

"Muitas coisas eu passei nesse tempo parado. Só os meus companheiros sabem como foi difícil fazer o tratamento. Quero agradecer o Welington Paulista que me deixou bater o pênalti. Agradeço a todos que me ajudaram desde agosto do ano passado, que fiquei parado. Entrei bem e ajudei meu time a fazer a vitória", declarou Wallyson.

O atacante, que fraturou o tornozelo na partida contra o Internacional, no Brasileirão de 2011, lembrou-se de todos aqueles que o ajudaram na recuperação. "Chorei, pois quando você faz um gol, passa aquele filme do tratamento em sua cabeça. Queria voltar para ajudar o time. Quando faz um gol, cada pessoa que me ajudou tem uma parte disso. Graças a Deus eu fui feliz novamente", disse o veloz atacante.

Wellington Paulista explica porque deixou o companheiro de ataque bater a penalidade. "Eu ia bater, o Mancini sempre pede para eu bater os pênaltis. Mas foi para a recuperação do Wallyson. Pelo tempo que ficou parado, o grau da lesão, deixei ele bater. Para motivar ele, se fortalecer nesse ano. Bom que ele fez o gol", ressaltou o centroavante.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e comente o gol de Wallyson

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.