Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Volante Willian Magrão não prioriza vaga na lista da Libertadores

"É uma disputa sadia. Quem sai ganhando é o Grêmio", afirmou Magrão

Gazeta |

O terceiro mês do ano ainda não terminou, mas a temporada de Willian Magrão tem tido muitas reviravoltas. Aos poucos, o volante do Grêmio vem retomando o seu espaço no clube após ter ficado praticamente dois anos sem jogar. Não foi fácil superar as lesões. Foi complicado conviver diariamente com a dor. Não está sendo fácil voltar a ser titular, mas março nem terminou. Ainda há muito tempo em 2011 e muito pode acontecer.

No começo de 2009, o jogador sofreu uma séria lesão no joelho. O ano estava acabado. A temporada seguinte foi de mais tempo no departamento médico do que em campo. A falta de uma sequência devido à demora para um recuperação plena de suas condições físicas deixou o Grêmio desconfiado do que poderia acontecer com Magrão. A região operada inchava com facilidade.

Em 2011, sem ter a certeza de que o meio-campista se estabilizaria, o técnico Renato Gaúcho resolveu não inscrevê-lo na Libertadores. Aos poucos, as oportunidades apareceram e foram aproveitadas. Sem muito espaço, seu destino era o Corinthians pós-Ronaldo. Faltou somente a assinatura do contrato. A ausência de garantias bancárias por parte do clube paulista melou a negociação.

Mantido no Olímpico, Magrão prorrogou contrato e tem voltado a lembrar o Willian Magrão de 2009, um dos destaques gremistas no vice-campeonato brasileiro. Faltando um ponto para o Tricolor avançar de fase no torneio continental, o jogador deverá ingressar na nomitada da competição. Até a semifinal, o Grêmio poderá substituir até três jogadores, realizando a troca até 48 horas antes do início de cada fase.

"Estou confiando no meu trabalho, a cada dia, a cada jogo, eu venho mostrando que estou pronto para ajudar. Vou trabalhando e lá na frente ele decidirá o que é melhor para o Grêmio", comentou o esperançoso Willian Magrão.

Se aparecer na lista, o próximo passo será retomar a titularidade. Os titulares são Fábio Rochemback e o incansável Adilson. Fernando, campeão sul-americano sub-20 é outro que briga por um lugar na meia-cancha.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG