Jogador atuou no time carioca durante mais de quatro anos, mas terá que esquecer o carinho pelo ex-clube

O volante Túlio, do Figueirense , admitiu que sente uma emoção especial em enfrentar o Botafogo , seu clube durante mais de quatro anos. O jogador vestiu a camisa do time carioca de 2003 a 2005 e de 2007 a 2008, mas sabe que, após o início da partida, terá que deixar de lado o carinho pelo ex-clube para ajudar o time catarinense a buscar a vitória.

"Jogar contra o Botafogo é diferente de tudo, de todos os confrontos do Brasileiro. Sinto mais ansiedade antes da partida porque eu me lembro de tudo o que passei no clube, o carinho e a identificação que conquistei. Essa semana, um torcedor do Botafogo me abordou num restaurante para falar desse jogo e para me cumprimentar pelo tempo em que estive no clube. Isso me emociona", comentou o meio-campista, reafirmando, em seguida, a vontade de vencer.

"Mas sei que, quando entrar em campo, isso ficará do lado de fora. Visto a camisa do Figueirense e quero muito ajudar a minha equipe a acabar com esse jejum de vitórias", disse, não poupando elogios ao rival.

"Maicosuel deve jogar pelo meu setor e sei que ele é um dos jogadores que tem qualidade para fazer boas jogadas individuais, assim como Loco Abreu e Herrera, que conheço bem da época em que atuamos juntos pelo Grêmio", completou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.