Inter embarca nesta terça-feira para a Argentina, onde enfrenta o Independiente no jogo de ida da decisão

O Inter não se considera favorito para a decisão da Recopa. Do outro lado encontrará um clube tradicional. O Independiente caiu muito de rendimento nos últimos anos, mas não é por acaso que é chamado de “Rei de Copas”, pois ostenta 16 títulos de expressão internacional.

“Eles tem nomes novos, jogadores experientes, o Milito foi contratado. São jogadores experientes e que querem o título tanto quanto nós. As duas equipes tem tradição e entram com a obrigação de vencer”, disse o volante Tinga, se referindo ao zagueiro Gabriel Milito, que será titular .

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O Inter, campeão da Libertadores de 2010, visita o Independiente, campeão da Sul-Americana do mesmo ano, pela final da Recopa. O jogo de ida será quarta-feira, 21h50, na Argentina. A volta ocorre no dia 24 de agosto, no Beira-Rio.

“Não perder é o primeiro passo. Às vezes você vai pro jogo pensando em atacar e o time dos caras está melhor do que você imaginava”, projetou Tinga sobre o primeiro jogo.

A delegação gaúcha embarca às 12h para Buenos Aires. Um treino ainda será feito no início da noite na Argentina. O volante Bolatti, mesmo recuperado de lesão, ficou fora da viagem . A escalação provável tem Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Wilson Matias (Dellatorre), Élton, Tinga, Andrezinho e D´Alessandro; Leandro Damião.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.