Tamanho do texto

Na Copa Audi, Internacional enfrentou o Milan e o Barcelona, campeão europeu da última temporada

O videogame é um dos maiores passatempos dos jogadores enquanto estão concentrados. Os jogos de futebol são, logicamente, os mais procurados. Na maioria das vezes eles optam por “comandar” os times europeus no mundo virtual, até porque alguns consoles não incluem os times brasileiros.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O volante Tinga, do Inter , citou justamente o videogame para falar da chance que os jogadores tiveram de enfrentar Barcelona e Milan, na Copa Audi, no início da semana.

“Muitos aqui só viam os brasileiros contra essas equipes no Playstation. Agora puderam ver na real, como já tinha acontecido no Mundial. Ser convidado mostra a grandeza do Inter. O torcedor tem que ficar orgulhoso porque os europeus só convidam times que eles acham que têm importância”, disse.

Para Tinga, o enfrentamento não foi novidade. Ele jogou seis temporadas na Europa, onde enfrentou várias potências do futebol mundial. Mas muitos garotos viram pela primeira vez de perto aqueles que são os seus preferidos no videogame.

O goleiro Muriel, os volantes Zé Mário e Élton, os meias Ricardo Goulart e João Paulo e os atacantes Lucas Roggia e Gilberto tiveram a primeira chance contra grandes clubes europeus, jogando pelo time principal.

O resultado foi bom. Alguns garotos se sobressaíram. Caso do meia João Paulo, apontado no clube como grande revelação do torneio na Europa. A tendência é que todos sigam tendo chances no time, uma vez que foram integrados ao grupo principal.