Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Volante e zagueiro uruguaios interessam ao Botafogo

Arévalo Ríos e Sebástian Coates estão sendo observados, mas apenas um deverá assinar com a equipe carioca

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882378812&_c_=MiGComponente_C

O sucesso do atacante uruguaio Loco Abreu no Botafogo faz com que o clube carioca olhe novamente para o mercado do país vizinho. O interesse pelo zagueiro Sebástian Coates e pelo volante Arévalo Ríos se intensificou nos últimos dias. Mas apenas um deles deve ser alvo de uma proposta do Botafogo, já que apenas três estrangeiros podem ser escalados nos campeonatos nacionais. A equipe já conta com Loco e com o argentino Herrera.

Para o vice-presidente de futebol do Botafogo, André Silva, o fato dos jogadores já terem declarado que gostariam de atuar pelo clube carioca pode ajudar nas negociações. "Temos interesse nestes jogadores, mas ainda vamos nos informar com calma sobre a situação deles. Uma coisa boa é que eles já demonstraram interesse em defender a camisa do Botafogo, mas temos de ver o lado financeiro do negócio. Não podemos fazer loucuras em negociações", declarou o dirigente.

Sebástian Coates é zagueiro e tem apenas 20 anos, sendo apontado como uma das principais revelações da seleção uruguaia. Pelo estilo de jogo e aparência física, o zagueiro ganhou o apelido de 'Luganito', em referência ao capitão do Uruguai. Para contratar o jogador do Nacional, o Botafogo deverá ter que desembolsar cerca de R$ 6,5 milhões.

Já o volante Arévalo Ríos defendeu o Peñarol no último Campeonato Uruguaio e foi um dos destaques da seleção durante a Copa do Mundo de 2010. O volante, que tem o mesmo empresário do atacante Loco Abreu, tem contrato com o Monterrey até junho de 2011 e viaja para o México no próximo dia 17 para tentar resolver sua situação. O vice-presidente de futebol do Botafogo explica que apenas um deve chegar. "Eles não são baratos, então temos que analisar o custo-benefício, ver qual a posição que mais precisamos", disse André Silva.

Leia tudo sobre: botafogocampeonato brasileirouruguai

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG