Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Volante Bolatti define o Internacional como ¿um lindo desafio¿

Voltando a vestir vermelho e branco, ele espera retomar o bom futebol e retornar para a seleção argentina

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

TV Inter/Reprodução
http://www.internacional.com.br/tvinter/
O volante Mario Bolatti quer retomar no Inter o futebol que já apresentou na Argentina. O jogador de 25 anos não conseguiu repetir na Itália o desempenho que o destacou como promessa no país vizinho. Em Porto Alegre, mais perto de Buenos Aires, e em um estilo de jogo mais parecido, a tarefa pode ficar mais fácil.

“Estou muito feliz de chegar em Porto Alegre. O Inter é um grande clube e estou emocionado, será um lindo desafio”, definiu Bolatti em entrevista para a TV Inter.

Ele já estava no meio da temporada europeia e por isso não deve levar muito tempo para adquirir a condição física ideal. Porém, Bolatti vinha tendo poucas oportunidades na Fiorentina. Foram 13 jogos, sendo só três como titular. Dos 10 jogos que ele entrou, em 6 o volante acabou tendo menos de 10 minutos para mostrar alguma contribuição.

“Vou tratar de me preparar bem e ficar à disposição do grupo para jogar em todas as competições”, disse.

O jogador passa por exames médicos e assinará um contrato de 4 anos. O valor da transação não foi divulgado, mas é próximo dos 4 milhões de euros (R$ 9 milhões). A apresentação oficial deverá acontecer até terça-feira.

Bolatti foi formado pelo Belgrano, mas destacou-se pelo Huracán em 2009. Ele comandou o time na campanha do vice-campeonato no Torneio Clausura daquele ano. Curiosamente, o Huracán também tem o vermelho e branco no seu uniforme.

“Já vi o uniforme do clube e achei a camiseta ´muy linda´”, falou Bolatti sobre as cores do Internacional.

No Inter, o volante espera repetir uma fórmula “descoberta” por D´Alessandro. As boas atuações no futebol brasileiro podem o levar de volta para a seleção argentina.

Ele estreou pelo time nacional logo antes da Copa do Mundo de 2010 e teve participação decisiva. Bolatti saiu do banco de reservas para marcar o gol contra o Uruguai nas eliminatórias, classificando o país para o Mundial sul-africano. Ele atuou em dois jogos durante a Copa e a Argentina caiu nas quartas-de-final. A última vez que vestiu a camiseta “albiceleste” foi em outubro de 2010 em um amistoso contra o Japão.
 

Leia tudo sobre: InternacionalBolattiMercado da bola

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG