Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vitória sobre o Bangu aproxima Vasco da classificação na Taça Rio

Depois de disputar 2 clássicos, caminho para semifinal fica mais fácil, na teoria, contra times pequenos

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Na teoria, o Vasco conseguiu o mais difícil. Com dez pontos, o time faz boa campanha na Taça Rio, já tendo enfrentado os seus piores obstáculos. Restando três rodadas, os cruzmaltinos disputaram dois clássicos, vencendo um e empatando outro. Na luta por uma das duas vagas às semifinais do segundo turno carioca, o caminho, em tese, foi facilitado. Neste domingo, às 16h, em São Januário, a equipe comandada por Ricardo Gomes recebe o Bangu. Os outros dois compromissos são contra Cabofriense (também em casa) e Olaria.

Sem desmerecer os adversários, o Vasco tem pela frente três times dos chamados pequenos, sendo apenas uma partida fora. O ambiente só não é melhor porque a maratona de jogos daqui em diante, alternando compromissos do estadual e da Copa do Brasil, requer boa dose de concentração. Somente em uma semana, o Vasco fará três partidas: Bangu, ABC (quarta, pela Copa do Brasil) e Cabofriense.

O técnico Ricardo Gomes minimiza a série de jogos. Segundo o treinador, é comum, nesta fase da temporada, clubes estarem envolvidos em alguma competição paralela aos estaduais: Copa do Brasil ou Libertadores. “A gente quando sai para jogar fora, como foi contra o ABC, não pensa em voltar classificado para evitar o jogo de volta. O ABC, pude ver nos vídeos, vinha fazendo boas partidas. Temos este jogo no Rio, assim como outras equipes também estão disputando dois campeonatos ao mesmo tempo. Não há drama nisso”, comentou Ricardo Gomes.

Já que está convencido que a falta de tempo para treinos não irá prejudicar seu trabalho, o treinador testará nova formação neste fim de semana. O Vasco terá três mudanças com relação à equipe que entrou em campo quarta-feira. O principal delas foi a barração de Bernardo. O meia emprestado pelo Cruzeiro parecia que em pouco tem conquistaria o coração da torcida. Estreou com atuações em alto nível, marcando, inclusive, quatro gols em duas partidas. Mas deixou a desejar nas últimas rodadas.

Maurício Val / Fotocom.net
Felipe Bastos volta ao time no lugar de Eduardo Costa
O meio de campo, na verdade, terá duas alterações. Com a contusão de Eduardo Costa, que deve voltar somente dia 17 de abril, Felipe Bastos é seu substituto natural. Bernardo perdeu a posição para Felipe, que volta à equipe após ser poupado contra o ABC. Apesar da barração, Ricardo Gomes defendeu o meia. “Bernardo vinho jogando fora de posição. Ele rende melhor quando atua atrás dos dois atacantes”.

Na frente, o comandante manteve a dupla de ataque. Gomes também defendeu Alecsandro. O ex-jogador do Internacional estreou como titular no meio de semana. Teve uma atuação modesta, mas o técnico partiu em sua defesa. “Ele teve pouco tempo para treinar”.

A esperança neste jogo é a recuperação de Diego Souza. O camisa 10 vem atuando no sacrifício. Depois de sofrer um corte no pé no clássico contra o Botafogo, em sua estreia, o jogador levou dois pontos no local. Ele admite que não está cem por cento, mas nem de longe pensa em sair da equipe. “Vou jogar no sacrifício. O momento é de superação, quero ajudar o Vasco”, frisou Diego.

A última alteração é na lateral esquerda. Ramon está livre das dores musculares e volta após dois jogos fora. O Vasco ocupa as primeiras posições do seu grupo. Uma vitória sobre o Bangu, quinto colocado da outra chave, deixará a equipe com 13 pontos, bem próximo, na pior das hipóteses, do segundo lugar. Os dois primeiros times de cada grupo se classificam para as semifinais. O campeão do primeiro turno foi o Flamengo. O Vasco luta pelo fim do jejum estadual. A última vez que se sagrou campeão carioca foi em 2003. À época, dirigido por Antônio Lopes, o time tinha as estrelas Petkovic, Marcelinho Carioca, Fábio (goleiro), Valdir e Marques.
 

 

FICHA TÉCNICA – VASCO x BANGU
Local: São Januário, Rio
Data: 3 de abril de 2011, domingo
Horário: 16h (Horário de Brasília)
Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimarães (RJ)
Auxiliares: Flavio Manoel da Silva (RJ) e Sergio Waldman (RJ)

VASCO: Fernando Prass; Allan, Dedé, Anderson Martins e Ramon; Rômulo, Felipe Bastos, Felipe e Diego Souza; Alecsandro e Eder Luis
Técnico: Ricardo Gomes

BANGU: Thiago Leal; Gedeilson, Abílio, Diego Padilha e fabiano; Rafael, Josiel, Tiano e Ricardinho; Somália e Pipico.

Técnico: Marcão

 

 

Leia tudo sobre: vascobangucampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG