Treinador exige resultado positivo neste sábado para time iniciar Taça Rio 'zerado'. Felipe está confirmado

O Vasco enfrenta o América neste sábado, em Volta Redonda, no encerramento da Taça Guanabara. Mais do que a vitória como fator motivacional, o técnico Ricardo Gomes quer usar o resultado como uma anistia para o fiasco no primeiro turno. A bola rola às 19h30.

O trabalho de campo já foi feito. O time terá um meio-campo encostando nos homens de frente e dois laterais liberados para apoiar. O aspecto psicológico é que não pode faltar. O treinador já tem o discurso ensaiado, acreditando que os jogadores vão entender o recado.

Em caso de novo tropeço, o grupo pode se abalar e começar o segundo turno ainda assustado com os maus resultados deste início de temporada. Vencendo, a fase seguinte não terá mais o fantasma das derrotas.

“A vitória sobre o América vai fazer o grupo esquecer o passado. Assim, a gente entra na Taça Rio ‘zerado’, com o confiança lá em cima”, discursou Ricardo Gomes.

O meia Felipe endossa as palavras do treinador. Mas adverte para a possibilidade de derrota. Em caso de novo fracasso, não será o fim da linha para o time no Carioca. Experiente, o jogador quer os jogadores de cabeça erguida na Taça Rio e na Copa do Brasil – o Vasco estreia dia 23 contra o Comercial-MS, no Morenão.

“É claro que a gente quer ganhar para ficar tranquilo. Mas se tiver que perder, prefiro perder agora do que na Taça Rio. Quero começar o segundo turno vencendo”, analisou Felipe.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.