Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vitória insiste em Márcio Araújo, mas já pensa em Celso Roth

Equipe baiana já soma três derrotas seguidas na Série B e é dirigida por interino desde a saída de Geninho

Gazeta |

Diante da terceira derrota seguida no Campeonato Brasileiro da Série B, contra o Náutico , o Vitória deve intensificar a busca por um treinador, já que desde domingo, quando Geninho foi dispensado, a equipe tem sido dirigida pelo interino Ricardo Silva.

O interino assume em períodos de transição na equipe baiana e na maioria das vezes consegue resultados positivos, o que se reflete em seu aproveitamento. São 77 partidas, com 42 vitórias, 14 empates e 21 derrotas.

Entre para a Torcida Virtual do Vitória e ajude o time a subir no ranking nacional

O próprio Ricardo tem a noção de que o grupo precisa apresentar um futebol melhor para a sequência do Brasileirão: "A gente às vezes está querendo jogar bonito e não está fazendo os gols. Nós temos que falar menos e trabalhar muito mais", afirmou o interino.

A diretoria do Vitória, chefiada pelo recém-contratado Newton Drummond, está atrás de Márcio Araújo, cujo último trabalho de impacto foi o acesso com o Bahia, em 2010.

Desde então, Araújo recusou as propostas que recebeu para ficar mais perto da família, mas mesmo assim deve ser procurado pela diretoria para apagar o incêndio.

Caso o acordo não aconteça, a opção que se abriu com a chegada de Drummond foi a da contratação de Celso Roth, que trabalhou com o novo diretor no Internacional, campeão da Libertadores de 2010 e é seu amigo.

Leia tudo sobre: VitóriaSérie B 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG