Time baiano conseguiu venceu por 4 a 1, mas ainda não conseguiu alcançar o G4 da Série B

Mesmo jogando no Estádio Pituaçu, tradicional casa do rival Bahia , o Vitória se recuperou, nesta sexta-feira, da derrota na última rodada (1 a 0 para o Grêmio Barueri ) da Série B do Campeonato Brasileiro. Os baianos golearam o Bragantino por 4 a 1.

Com o triunfo, o Vitória somou 17 pontos, porém ainda não conseguiu alcançar o G4, grupo que ascende à primeira divisão do Campeonato Brasileiro. Já o rival de Bragança Paulista (SP) continua na zona de rebaixamento com apenas nove pontos.

O próximo compromisso do Vitória será contra o Goiás, no Centro-Oeste do País. Já o Braga tentará um fôlego na competição recebendo o Sport Recife.

O jogo
O técnico Geninho resolveu dar a primeira chance ao atacante Marcelo como titular e não se arrependeu. Aos cinco minutos, o jovem invadiu a área e chutou para inaugurar o placar em Salvador. O Estádio Barradão não foi o palco, pois o gramado está desgastado e passando por reparos.

Dez minutos depois, o Vitória ampliou o marcador. Neto Baiano converteu pênalti e deixou a situação dos donos da casa ainda mais confortável. No entanto, aos 20 minutos, o Braga descontou e deu um 'sossega' no Leão. 

O ex-palmeirense Deyvid Sacconi disparou uma bomba de longe e venceu o goleiro Felipe Alves, que estava adiantado. O time paulista, comandado pelo treinador Marcelo Veiga, partiu para em busca do empate. Contudo sofreu um baque nos últimos minutos da primeira etapa.

O atacante Otacílio Neto, que estava fazendo sua estreia, cometeu falta e recebeu amarelo. Irritado, o experiente atleta jogou a bola no chão e foi expulso pelo árbitro Fabrício Neves Correa.

A segunda etapa começou como a primeira: a todo vapor. Logo aos quatro minutos, o meia Edu, ex-jogador do São Paulo e do Real Bétis (da Espanha), fez o terceiro do Vitória. Após cruzamento do zagueiro Maurício, o meia - que havia entrado na volta do intervalo - deixou a sua marca.

O terceiro tento dos adversários anulou uma possível reação da equipe paulista, que derrotou o Americana na rodada passada. Com um a mais e com o controle da partida, o time anfitrião quase bateu na trave na tentativa de transformar a vitória em goleada. Aos 15 minutos, o volante Zé Luís viu sua testada parar no poste. Mas, aos 42, Fernandinho pegou a sobra do bate-rebate na área e finalizou a festa do Vitória.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA 4 X 1 BRAGANTINO

Estádio: Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 8 de julho de 2011 (sexta-feira)
Horário : 21h (de Brasília)
Árbitro: Fabricio Neves Correa (RS)
Auxiliares: Jose Eduardo Calza (RS) e João Carlos de Jesus Santos (SE)
Cartões amarelos : Alison, Nino, Maurício, Giovanni e Rodrigo Mancha (Vitória); Felipe, Otacílio Neto (Bragantino)
Cartão vermelho : Otacílio Neto (Bragantino)

GOLS: VITÓRIA: Marcelo, aos cinco minutos do primeiro tempo; Neto Baiano, aos 16 minutos do primeiro tempo; Edu, aos três minutos do segundo tempo; e Fernandinho, aos 42 minutos do segundo tempo

BRAGANTINO: Deyvid Sacconi, aos 19 minutos do primeiro tempo

VITÓRIA : Felipe Alves, Nino, Alison, Maurício e Fernandinho; Rodrigo Mancha, Zé Luís, Felipe (Edu) e Geovanni (Xuxa); Marcelo (Edson) e Neto Baiano.
Técnico : Geninho.

BRAGANTINO : Gilvan, Junior Lopes, Murilo Henrique e Felipe (André); Luis Felipe, Carlos Alberto (Diego), Mineiro, Deyvid Sacconi e Andrezinho; Otacilio Neto e Luis (Lincon).
Técnico : Marcelo Veiga.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.