misterioso pela permanência - Futebol - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vitória e Atlético-GO fazem duelo misterioso pela permanência

Equipe baiana precisa vencer para ficar na primeira divisão. Aos goianos, basta um empate longe de sua torcida

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237854616685&_c_=MiGComponente_C

O mistério paira no ar, tanto em Goiânia quanto em Salvador. Fazendo o possível para sair vencedor do duelo de domingo, às 17h (Brasília), no Barradão, os técnicos Antônio Lopes, do Vitória, e René Simões, do Atlético-GO, não querem divulgar nenhuma informação que possa dar alguma vantagem ao adversário.

A situação do time visitante é melhor. Embora tenha os mesmos 41 pontos do time baiano, o clube goiano não está na zona de rebaixamento por ter um número maior de vitórias: 11 a 9. "Qualquer informação que você passe não é legal, então vamos guardar todas que nós temos. A gente tem que esconder do meu amigo Antônio Lopes", explicou René à Rádio 730.

O comandante goiano poderá contar com a volta de Juninho e, assim, terá todos os jogadores à disposição. Se ele seguir a lógica da última partida, contra o São Paulo, René deve escalar Márcio; Adriano, Juninho, Welton Felipe e William; Robston, Agenor, Pituca e Renatinho; Elias e Marcão.

"Gostei de todas as formações, do espírito de equipe. Esse espírito guerreiro que a equipe está comprando agora. A gente não pode ter aquela passividade que teve contra o Avaí", lembrou o treinador, fazendo alusão à derrota por 3 a 0 para o time catarinense.

Mesmo com a vantagem do empate, o elenco do Atlético-GO não quer jogar recuado. A ideia dos jogadores é atacar o Vitória no Barradão, como confirma o lateral Adriano. "Nossa intenção é ir para cima, ganhar o jogo, vencer e atacar bastante. Eles têm a tática deles. A nossa é essa", avisou o jogador.

Na Bahia, Antônio Lopes também comandou treinos fechados, mas já divulgou os relacionados para a partida. Entre eles, estão jogadores como Wallace e Ramon, machucados e dúvidas para a decisão. O atacante Elkesson, por sua vez, tranquilizou a torcida ao informar que sente apenas um desconforto e que não deve ser problema para domingo.

"Concordo nesta questão de esconder time. Estamos na expectativa para o jogo de domingo e precisamos esconder o jogo um pouco. É a última partida e precisamos da vitória. Vamos entrar com garra e lutar", prometeu ao Futebol Baiano.

Apesar do mistério, Lopes deve escalar Viáfara; Nino Paraíba, Anderson Martins, Thiago Martinelli (Wallace) e Egídio; Neto Coruja, Uelliton, Ramon e Elkesson; Adaílton e Júnior.

FICHA TÉCNICA
VITÓRIA X ATLÉTICO-GO

Local: Estádio do Barradão, em Salvador (BA)
Data: 5 de dezembro de 2010
Horário: 17h (Brasília)
Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (SP) e Carlos Berkenbrock (SC)

VITÓRIA: Viáfara; Nino Paraíba, Anderson Martins, Thiago Martinelli (Wallace) e Egídio; Neto Coruja, Uelliton, Ramon e Elkesson; Adaílton e Júnior.
Técnico: Antônio Lopes

ATLÉTICO-GO: Márcio; Adriano, Juninho, Welton Felipe e William; Robston, Agenor, Pituca e Renatinho; Elias e Marcão
Técnico: René Simões

Leia tudo sobre: atlético-gocampeonato brasileirovitória

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG