Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Vitória bate o ABC-RN e conquista o Nordestão

De virada, time da Bahia é campeão pela quarta vez do mesmo torneio na sua história

Gazeta Esportiva |

Mesmo utilizando uma equipe cheia de garotos, o Vitória confirmou sua hegemonia no Campeonato do Nordeste e conquistou a competição regional pela quarta vez em nove edições nesta quarta-feira. Em pleno Frasqueirão, a equipe frustrou a torcida do ABC-RN, virou o jogo e venceu por 2 a 1. Os outros títulos foram conquistados em 1997, 1999 e 2003.

Campeão estadual e da Série C, o ABC corria atrás da Tríplice Coroa e levou grande público ao estádio: foram 13.130 pagantes, sendo que a capacidade máxima do Frasqueirão é de 18 mil pessoas. Apesar da festa das arquibancadas e de ter aberto o placar no primeiro tempo, a equipe sucumbiu ao talento de Kleiton Domingues, que marcou o gol de empate e deu o segundo de presente para Marconi.

Os baianos, que foram comandados pelo auxiliar Ricardo Silva, encaram nova decisão no próximo domingo, pelo Campeonato Brasileiro, já que um triunfo contra o Atlético-GO, no Barradão, salva a equipe do rebaixamento. Os jogadores do elenco principal que reforçaram a equipe na final do Nordestão mostraram que podem ser úteis: Lee, Vanderson, Jacson, Schwenck e, principalmente, Kleiton Domingues, deram contra do recado.

O jogo - Empolgado pelas arquibancadas, o ABC começou melhor e abriu o placar logo aos 12 minutos de bola rolando, com o atacante João Paulo. O Leão conseguiu equilibrar o jogo e deixou tudo igual aos 30 minutos, quando o destaque Kleiton Domingues recebeu bom passe e tocou na saída do goleiro.

No segundo tempo, o jogo ficou mais aberto e as duas equipes tiveram oportunidades. A primeira delas aconteceu aos 18 minutos, quando João Paulo recebeu em velocidade pela esquerda e bateu cruzado, à esquerda do gol defendido por Lee.

A resposta veio aos 24 minutos, quando Kleiton Domingues fez fila pela esquerda da área e rolou para Marconi, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. Dez minutos depois, Dankler teve em seus pés a oportunidade de sepultar o sonho do adversário, mas chutou prensado e mandou por cima.

O último suspiro do ABC foi aos 43 minutos do segundo tempo, quando Renatinho Carioca cobrou falta da meia esquerda e acertou o travessão de Lee, tirando o fôlego dos torcedores, que deixaram o estádio lamentando, mas satisfeitos pelo bom ano da equipe, que foi aplaudido de pé.

Leia tudo sobre: abcvitóriafutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG