Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Villa decide, faz história e dá vitória à Espanha contra tchecos

Atacante do Barcelona deixou Raúl para trás como maior artilheiro da seleção ao fazer 2 nas Eliminatórias

Gazeta |

A Espanha ganhou um pouco mais de tranquilidade no Grupo I das Eliminatórias para a Eurocopa 2012. Nesta sexta-feira, com gols históricos do atacante David Villa, os atuais campeões do mundo bateram a República Tcheca por 2 a 1, de virada, mantiveram o aproveitamento máximo após quatro partidas e dispararam na ponta da chave.

Com os tentos anotados, Villa isolou-se como maior goleador da história da Fúria, com 46 gols. O avante do Barcelona começou a partida empatado com Raúl, mas já com certa superioridade por ter menos jogos disputados pela seleção que o "adversário". O jogo também foi histórico para o volante Xavi, que completou sua 100ª partida pela equipe nacional.

Com 12 pontos, os espanhóis têm uma larga vantagem sobre a própria República Tcheca, que está na segunda posição, com seis. As duas equipes voltam a campo na terça-feira: enquanto a Espanha encara a Lituânia, fora de casa, os tchecos recebem Liechtenstein.

Getty Images
David Villa extravasa ao festejar um de seus gols nesta sexta

O jogo
Os espanhóis começaram buscando o campo de ataque e conseguiram pressionar durante boa parte do primeiro tempo. Mas o goleiro Peter Cech estava inspirado e fez pelo menos três defesas salvadoras, a melhor delas após giro de Villa dentro da área, aos 26 minutos.

O castigo veio três minutos depois do lance, quando Plasil disparou com certa liberdade pelo meio e encontrou espaço entre os zagueiros para bater forte e balançar as redes no canto esquerdo de Casillas, surpreendendo os donos da casa. Aos 43 do primeiro tempo, Cech fez outra boa defesa em chute de Villa.

O duelo demorou alguns minutos para se repetir. No segundo tempo, os visitantes se fecharam ainda mais na defesa e complicaram as tramas espanholas. Enquanto não reencontrava o camisa 7, o arqueiro seguiu fazendo boas defesas, como em chute cruzado de Navas, aos 21.

Com 23 minutos, porém, ele nada pôde fazer. Villa recebeu de Iniesta pela direita, puxou para o meio, deixou um zagueiro no chão ao ameaçar o chute e bateu no único espaço possível, acertando o esquerdo do goleiro. Dois minutos mais tarde, Iniesta foi derrubado por Rezek e a arbitragem marcou pênalti que Villa bateu bem, desta vez no canto direito de Cech.

No fim, as duas equipes se revezaram no ataque, uma vez que os tchecos afrouxaram um pouco a marcação. A melhor chance foi espanhola, mas Fernando Torres - que entrou na vaga de Xabi Alonso - não aproveitou o ótimo passe por elevação de Villa e bateu cruzado, para fora.

Veja fotos das partidas desta sexta-feira pelas Eliminatórias da Euro:

 

Leia tudo sobre: futebol mundialEspanhatchecaEurocoparaúldavid villa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG